Dona da Brastemp e Consul migra para SAP ECC 6.0 HANA

Por Redação | 11 de Novembro de 2016 às 17h10
photo_camera Divulgação

A Whirlpool Latin America, um dos maiores grupos do continente no segmento de eletrodomésticos e dono de marcas como Brastemp e Consul, migrou suas aplicações de ERP Central Component (ECC) da versão 4,7 para a 6,0, passando a usar o banco de dados em memória HANA.

Com o projeto, realizado em sete meses durante 2015 e 2016, cerca de 3,5 mil funcionários foram impactados nos sete países onde a empresa tem presença. O processo de migração contou com a participação de 150 pessoas.

Segundo a Whirlpool, a iniciativa possibilitou a simplificação de processos, ganhos de performance, melhorias no atendimento ao cliente e a renovação da implantação de sistemas, incluindo ferramentas de governança e validação e documentação dos processos da empresa.

De acordo com Renata Marques, diretora de TI da Whirlpool Latin America, a mudança atualizou a estrutura comercial, revisou o cadastro de produtos e a estrutura tributária para ganhar agilidade no atendimento de novos requerimentos legais e também fortaleceu o de controle de estoques de matéria-prima e produtos acabados.

"As áreas de Vendas, Administração, Tributário Logística, Suprimentos, Manufatura, Finanças, Controladoria e Operações de Mercado foram beneficiadas. Garantimos ganhos de performance de 40 a 70% em rotinas de cálculo de necessidade de materiais e de 30 a 50% no tempo de processamento de priorização, confirmação e alocação de estoques nas ordens de vendas”, afirmou Marques.

De acordo com a gestora de TI, para a área de Tecnologia da Informação foi uma grande oportunidade de executar a estratégia de "Cloud First", permitindo a hospedagem dos servidores de ERP na nuvem, otimizando o processo de infraestrutura desde a aquisição, expansão ou redução de recursos.

A Whirlpool Latin America, dona das marcas Brastemp, Consul e KitchenAid, é líder do mercado latino-americano de eletrodomésticos. Atualmente, conta com cerca de 11 mil funcionários distribuídos entre o centro administrativo e as fábricas localizadas em Joinville (Santa Catarina), Manaus (Amazonas) e Rio Claro (São Paulo), além de 23 laboratórios de Pesquisa e Desenvolvimento e quatro Centros de Tecnologia. Na América Latina, tem escritórios na Argentina, Chile, Peru, Guatemala, Equador, Colômbia, Porto Rico, República Dominicana e Miami.

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.