Videomonitoramento para o varejo: técnicas e benefícios

Por Colaborador externo | 06.06.2014 às 12:30

Por Rodrigo Chaves da Silva*

Concorrência acirrada, perdas internas e externas são alguns dos desafios enfrentados pelo segmento varejista. Neste setor, os sistemas de vigilância por vídeo já são utilizados tradicionalmente para proteção e segurança, e agora, podem dar um novo impulso utilizando também um merchandising mais eficaz e várias outras funções vantajosas para qualquer operação varejista, seja em uma única loja ou em uma rede.

Maior proteção e segurança

Uma proteção confiável é muito importante em lojas com grandes valores em caixa, produtos valiosos ou de alto risco. Com a solução de videomonitoramento baseada em TCP/IP, câmeras extras são facilmente adicionadas ao sistema. As imagens capturadas ficam muito mais protegidas, pois além do armazenamento tradicional realizado pelo gravador local, elas também podem ser capturadas dentro das próprias câmeras ou em sites remotos.

Vídeos de alta qualidade, como HDTV, complementam a investigação de crimes, pois as imagens digitais e em alta resolução são muito mais nítidas e podem ser vistas centenas de vezes sem a perda da qualidade. O uso de câmeras de rede inteligentes, com detecção de movimentos e alarme ativo contra violações, também contribui de forma excepcional para a rápida detecção de ações suspeitas fora ou dentro do estabelecimento após o horário comercial.

O monitoramento em tempo real pode ser facilmente realizado de qualquer PC autorizado conectado à mesma rede IP ou em qualquer lugar do mundo.Também é possível assistir às câmeras em rede ao vivo diretamente de seu smartphone ou tablet.

Prevenção contra perdas

O sistema de videomonitoramento auxilia na redução de furtos, não só pela inibição causada pela presença das câmeras, mas também pela possibilidade de acompanhar em tempo real e em alta resolução todos os movimentos de quem está no local. Além disso, ainda é possível identificar rapidamente erros comuns, equívocos e formas de manipular o sistema de PDV, como descontos não autorizados, valores inseridos manualmente, processamento incorreto de devoluções e erros de cupons e restituição de caixa.

Ações de marketing otimizadas?

As imagens capturam a atividade do cliente na loja e indica seu comportamento de compra. Assim, você pode identificar as áreas mais populares, otimizar a disposição de itens e produtos em sua loja e fazer a contagem de pessoas. As câmeras de rede podem identificar prateleiras vazias e alertar a equipe da necessidade de repor estoques, também podem informar quando uma fila está muito longa para que se possam abrir mais caixas. O vídeo em rede permite avaliar campanhas promocionais e de marketing. É possível analisar se de fato as gôndolas, a sinalização interna e os mostruários atraem os clientes, permitindo uma análise mais apurada das decisões estratégicas de marketing para impulsionar as vendas.

* Rodrigo Chaves da Silva é Engenheiro de Projetos da Seal Telecom.