RH dos sonhos: conheça os benefícios oferecidos no Vale do Silício

Por Colaborador externo | 23 de Março de 2015 às 06h41

Por Renato Fontana*

Sempre ouvi falar muitas maravilhas sobre trabalhar no Vale do Silício – maior polo tecnológico do mundo. Em janeiro deste ano tive a oportunidade de visitar os campus das gigantes Google, Facebook, Yahoo e LinkedIn e conferir de perto o que elas oferecem de tão fascinante aos colaboradores.

Curiosamente, essas empresas compartilham de práticas muito parecidas de gestão de pessoas, recrutamento, desenvolvimento e retenção de talentos e, por isso, atraem olhares do mundo inteiro, sendo empresas que inovam e fogem do tradicional quando o assunto é padrão de recursos humanos.

Assista Agora: Nunca mais contrate funcionários para sua empresa! Comece o ano em uma realidade completamente diferente!

O Google foi eleito em 2014 a empresa mais desejada para se trabalhar. Ou seja, possui estratégias de RH que possibilitam extrair muito de seus colaboradores, oferecendo em troca o máximo de benefícios a eles.

Durante a imersão nessa e nas outras grandes empresas já citadas, participei de palestras exclusivas das áreas de recursos humanos, comercial e operações. Por meio dessa incrível experiência pude conhecer os principais benefícios oferecidos aos profissionais que trabalham em organizações sediadas no Vale do Silício. São eles:

  1. Regalias: Google, Facebook, Yahoo e LinkedIn oferecem diversos benefícios 100% gratuitos aos funcionários com o objetivo de atrair e reter grandes talentos. Flexibilidade no horário de entrada e saída do trabalho, acesso 24h à academia com equipamentos de primeira, personal trainers, massagistas, esportes outdoor, pet shop para os animais de estimação, salão de cabeleireiros, comida 24h - sem limite, horário para piquenique, jogos e até sala para ensaio de bandas, fazem parte do pacote de benefícios.
  2. Regra dos 20% livre: no Google todos os colaboradores com cargo de engenharia são encorajados a usar 20% de seu tempo de trabalho para criar soluções que julguem úteis para a empresa, mas que não sejam nada do que a empresa lhes solicitam rotineiramente. O Gmail, por exemplo, surgiu num destes insights intraempreendedores dos “20% livre”.
  3. Premiação entre colaboradores (Peer Bonus): uma das práticas muito incentivadas no Google e LinkedIn é a de premiações internas. Cada funcionário tem uma verba determinada para bonificar um colega de trabalho que o ajude em alguma tarefa que esteja fora de escopo. Assim, cada um pode agradecer de forma significativa qualquer um dos 50mil colaboradores da empresa, em todo o mundo, que tenha auxiliado a solucionar problemas.
  4. Reuniões em movimento: É comum andar pelos campus do Google e LinkedIn e Yahoo! e ver pessoas fazendo reuniões durante caminhadas ou passeios de bicicleta. Isso, pois as empresas premiam as equipes que realizarem reuniões móveis, incentivando a prática de esportes e hábitos saudáveis.

Na região de San Francisco e Vale do Silício, não são as ideias os maiores ativos das pessoas e das empresas, mas sim a capacidade de colocá-las em prática. Conhecendo de perto a visão das maiores empresas de tecnologia do mundo pude me certificar que a contratação correta de recursos humanos e a minimização do risco de perdê-los são os melhores investimentos que as empresas podem fazer.

*Renato Fontana é sócio e diretor de Marketing da Enora Leaders, empresa de educação corporativa, especializada em aceleração de resultados.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.