Quais os desafios ao implantar um PMO na sua empresa

Por Colaborador externo | 04 de Agosto de 2014 às 12h35

Por Sérgio Kolachinski*

O PMO (Project Management Office) não é um conceito novo, embora sua aplicação prática venha acontecendo com força apenas de dez anos para cá. No Brasil, chamamos de Escritório de Projetos ou Escritório de Gerenciamento de Projetos. Na prática, é a área responsável pelas atividades gerenciais necessárias para que os projetos certos sejam realizados com sucesso.

O PMO é uma área de serviços que integra todos os outros departamentos da empresa. Na área de tecnologia, cada vez mais empresas, sejam grandes, pequenas ou médias, vêm procurando implantar um PMO que garanta a entrega de seus projetos internos e externos.

Numa software house, por exemplo, o grande desafio é entregar o produto final com eficácia. O PMO vai garantir o funcionamento mais efetivo dessa entrega, para isso, vai gerenciar os projetos com grande foco no estabelecimento de controles. É preciso uma metodologia que defina escopo e responsabilidades, além de um cronograma assertivo, com revisões e controle de mudanças, auditoria e suporte em geral. Estes são os elementos para um controle e uma entrega eficaz.

Por outro lado, para que esta metodologia funcione de fato, talvez o item mais importante seja a comunicação. Muitos projetos afundam por falhas na comunicação. É preciso saber que caminho seguir e como ele será trilhado. Isso deve levar em conta também a cultura organizacional da empresa. Ela precisa ser receptiva e estar pronta para contar com um elo que vai integrar todas as áreas.

*Sérgio Kolachinski é consultor Técnico da Central de Projetos da Sankhya, fornecedora de soluções de gestão empresarial.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.