Nuvem, a simplicidade para a gestão de desktop

Por Colaborador externo | 29 de Abril de 2014 às 17h15

*Por Alexandre Otto Dürr

Com a constante inovação das aplicações, milhares de atualizações são lançadas diariamente no mercado. Sejam simples correções de bugs ou complexos updates de sistema operacional e antivírus, é recorrente que algum dos programas em seu computador alerte informando uma atualização. Claro, isso tudo sem contar os frequentes lançamentos de novas versões dos softwares que tentam o usuário a possuir a versão mais recente.

Na correria do dia a dia, acabamos sempre “clicando” no botão “Lembrar-me mais tarde” ao aparecer a caixa de atualização do programa. Para muitos usuários, atualizar constantemente os softwares é um trabalho um tanto chato, principalmente para aqueles que têm pouco tempo para se preocupar com isso ou para os quais o uso do computador não é tão frequente.

Se para um usuário doméstico manter o desktop em dia já é difícil, imagine agora como é para uma empresa fazer a gestão das atualizações de todos os computadores.

De acordo com dados do Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), o Brasil tem mais de 6 milhões de micro e pequenas empresas, que totalizam 99% dos negócios do país. Na indústria, essas companhias podem chegar a até 99 profissionais. Já em comércio e serviços, até 49 colaboradores.

E, independentemente do tamanho da empresa, possuir um corpo técnico somente para atuar nessa gestão é praticamente insustentável. Além de ser muito caro, a demanda de tempo para atualizar computador por computador é extremamente alta.

Eis que, então, o advento da nuvem surge para socorrer os responsáveis por TI. Baseados em servidores e computadores conectados em rede, programas como o Windows Intune permitem otimizar e fazer toda essa gestão do desktop em poucos cliques, possibilitando, inclusive, ao técnico atuar remotamente.

Além de fazer as atualizações de todos os patches dos principais aplicativos do mercado e sistemas operacionais Windows das máquinas automaticamente, ele mapeia todas as unidades e realiza uma gestão completa do desktop, criando, assim, um inventário de hardware e software e fazendo os updates a partir de uma gestão totalmente integrada. Outra vantagem é que quem utiliza o Windows Intune pode atualizar o sistema operacional para uma versão mais recente - do Windows XP para o Windows 7, por exemplo.

Isso lhe permite ganhar agilidade, reduzir custos operacionais e deixar sua equipe de TI muito mais focada em levar resultados que somem para o dia a dia da empresa, do que para simples problemas de atualizações.

Tenha você cinco ou cinco mil computadores na empresa, manter o ativo de informações tecnológicas atualizado pode ser essencial para o sucesso dos negócios.

*Alexandre Otto é CEO da IPconnection, integradora de serviços e soluções em Tecnologia da Informação e Telecomunicações.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.