Abrace a tecnologia e tire o máximo de produtividade de sua equipe

Por Redação | 23.01.2014 às 12:15

Em muitos casos a tecnologia é vista por empresas e empresários como uma vilã à produtividade dos seus funcionários e aos lucros da empresa. No entanto, se houver a correta conscientização dos recursos humanos e visão estratégica do empresariado para utilizar a tecnologia de forma adequada, ela pode ser uma aliada gigantesca a qualquer negócio, principalmente àqueles cujos escritórios estão bastante distribuídos geograficamente.

Pensando nisso, a Forbes listou algumas dicas que poderão ajudar qualquer empresa a tirar o máximo de produtividade de sua equipe, independente do lugar onde as peças que a constituem estejam, ou da especialidade de cada colaborador.

Espante de uma vez por todas aquele pensamento arcaico de que tecnologia é custo, abra-se para o mundo de possibilidades que existe por aí e enriqueça seu time com funcionários que estão dispostos a trabalhar de casa e abrir mão de auxílio de transporte e alimentação.

Faça teleconferências

Quantas vezes não vemos um executivo viajar para cima e para baixo apenas para comparecer a reuniões nos setores das filiais que coordena? Como todos sabem, no Brasil, viajar de última hora não é algo exatamente barato. Então por que não investir na infraestrutura de uma sala, equipando-a com pelo menos um televisor grande conectado a um computador com boa conexão de internet e Skype para a realização de teleconferências?

Com uma estrutura razoável, encurta-se a distância e pode-se falar com qualquer pessoa, em qualquer lugar do mundo. Só que sem o incoveniente de ter que se deslocar, perder horas – às vezes dias – e dormir em camas ruins de hotéis piores ainda.

Reúna todo mundo para pequenas reuniões diárias

Analistas e programadores de software que trabalham com metodologias de desenvolvimento já estão acostumados com pequenas reuniões diárias, de no máximo 15 minutos, que seus gerentes e superiores convocam. A ideia melhorou tanto o desenvolvimento de soluções que cada vez mais empresas e diversos setores a estão adaptando para otimizar o processo e rotina de trabalho de outras áreas.

Com uma sala de teleconferência devidamente montada, é possível fazer reuniões com todos os funcionários da empresa, independente de onde eles estejam organizados. A ideia é deixar todos a par do que está acontecendo na companhia, bem como sugerir novas ideias e, principalmente, evitar que frases como "Ah, eu não sabia que vocês estavam fazendo isso" ou "Mas eu passei vários dias trabalhando nisso e agora vai tudo por água abaixo" sejam ditas aqui e ali.

Com essas pequenas reuniões diárias, não só se organizam as coisas dentro da empresa, como também motivam os funcionários com feedbacks sobre o que estão fazendo e/ou o que pode ser melhorado. Experimente!

Utilize softwares para monitorar atividades

Adotar um software que permita o monitoramento da evolução dos inúmeros projetos e atividades da sua empresa ajudará a compreender melhor como as coisas acontecem e onde estão acontecendo falhas que estão tornando o processo custoso ou falho. Existem algumas boas opções no mercado, como o Pivotal Tracker, o JIRA e até mesmo o MS Project.

Com eles, é possível criar tarefas e atividades, atribuir-lhes prioridades e designá-las para seus respectivos responsáveis, que anotarão o progresso obtido na tarefa sempre que concluírem etapas definidas pela gerência. De posse desses dados, é possível não só analisar o progresso das coisas, mas também a produtividade dos funcionários.

Apesar de intimidar num primeiro momento, vale a pena investir algumas horas para compreender essas ferramentas e tecnologias. O ganho que pode ser extraído delas para o seu negócio é imensurável e só você poderá determinar como utilizá-las da melhor forma na sua empresa.

Experimente, arrisque, invista um pouco de tempo na inteligência da sua empresa.