Xbox atualiza diretrizes sobre dados compartilhados e banimento por ofensas

Por Wagner Wakka | 29 de Março de 2018 às 17h15

A Microsoft está atualizando seu contrato de uso de serviços, o que inclui não só o sistema operacional, mas todos apps da empresa, além de programas como o Xbox e Skype. E um documento de 27 pontos, que usuários terão de aprovar a partir de 1º de maio, traz updates sobre privacidade na plataforma, até código de conduta para transmissão nas plataformas da Microsoft.

Um dos principais pontos para os jogadores é a atualização de privacidade de informação para o Xbox. A empresa afirma que vai deixar claro que os dados obtidos quando uma pessoa está jogando podem ser resgatados e compartilhados com empresas parceiras. O ponto 13 especificamente diz: “Na seção Xbox, esclarecemos que, quando você se inscreve no Xbox Live ou recebe serviços do Xbox, informações sobre seu jogo, atividades e uso de jogos e serviços do Xbox serão rastreadas e compartilhadas com os desenvolvedores de jogos de terceiros parceiros, ​​para que a Microsoft e os desenvolvedores de jogos de terceiros possam modificar seus games e participar dos Serviços do Xbox. Adicionamos novas seções para a Arena e o Mixer do Xbox, nos mercados disponíveis, e uma nova seção para abordar o software de fraude e adulteração”.

A atualização dos termos da empresa chega em meio a dois contextos distintos. O primeiro é relacionado à polêmica sobre os termos de utilização do Windows 10, o qual possibilita à Microsoft recolher informações por meio de keylogger. Em março deste ano, ela chegou a testar uma build para o sistema operacional que dá a opção de escolher as informações que o usuário gostaria de enviar para servidores da empresa.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Além de polêmicas internas, o mercado vive uma discussão atual sobre compartilhamento de informações após o caso de vazamento de dados de mais de 50 milhões de usuários no Facebook. Recentemente, uma pesquisa do AdGuard mostrou que empresas como a Google, Twitter e Facebook conseguem rastrear dados mesmo que não se tenha uma conta nestas plataformas, utilizando dados de aplicativos parceiros. A pesquisa, contudo, não cita a Microsoft.

Banimento de jogadores

O ponto 5 em especial especifica que a empresa não mais vai tolerar ofensas em chats e transmissões que sejam feitas por contas Microsoft.

“Na seção do Código de Conduta, esclarecemos que o uso de linguagem ofensiva e atividade fraudulenta é proibido. Também esclarecemos que a violação do Código de Conduta através dos Serviços Xbox pode resultar em suspensões ou proibições da participação nos Serviços Xbox, incluindo a perda de licenças de conteúdo, o tempo de Associação do Xbox Gold e os saldos de contas da Microsoft associados à conta”, explica o comunicado oficial da empresa.

O Mixer é a mais recente plataforma de transmissão de jogos online direto da plataforma do Xbox One, e a principal linha de streaming dos jogos da empresa.

Fonte: Microsoft

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.