Vovó de 86 anos é multada por piratear jogo de zumbi

Por Redação | 31 de Outubro de 2016 às 16h05

Uma senhora de 86 anos de idade moradora do Canadá pode ter que pagar US$ 5.000 por ter baixado um jogo de zumbi que ela nunca ouviu falar. Christine McMillan foi acusada por um grupo antipirataria de usar o Bit Torrent para fazer download ilegal do game Metro 2033.

A canadense é uma das centenas de milhares de pessoas que foram acusadas de violação de direitos autorais sob o regime de "aviso prévio" instituído no país. O problema começou após uma alteração na lei de copyright do Canadá, que aconteceu no início do ano passado.

A mudança instituiu que os provedores de acesso à internet devem obrigatoriamente transmitir aos seus clientes avisos de violação de direitos autorais. Após receberem o aviso de "você está baixando um conteúdo ilegal, pare agora mesmo", os usuários podem ter que pagar uma multa para que o caso não vá parar na justiça.

A legislação prevê uma multa de US$ 5.000 para downloads ilegais não comerciais, e de até $20.000,00 para downloads com fins comerciais, como sites hospedeiros de vídeos e músicas. O resultado disso é que milhares de assinantes estão recebendo avisos com pedidos de pagamento referentes à possíveis infrações online, entre eles a senhora McMillan.

"Eles não me disseram quanto eu devia, eles só me disseram que se eu não cumprisse [o aviso], eu teria que pagar uma multa de até US$ 5.000", disse a vovó acusada de pirataria. O pior de tudo é que ela alega nunca ter ouvido falar do tal jogo de que é acusada de piratear e, por este motivo, não tem a menor intenção de pagar por algo que não fez.

De qualquer forma, para o grupo antipirataria responsável pelo recolhimento das multas,a nova legislação tem se mostrado produtiva. Graças ao envio de milhares de cartas de advertência, eles já recolheram cerca de US$ 500.000 desde que a lei foi coloca em prática em 2015.

Via Torrent Freak

Instagram do Canaltech

Acompanhe nossos bastidores e fique por dentro das novidades que estão por vir no CT.