Volkswagen proíbe funcionários de jogarem Pokémon GO

Por Redação | 11.08.2016 às 15:35

Pokémon GO segue gerando polêmica por onde quer que passe, principalmente porque algumas pessoas não conseguem parar de jogar nem mesmo durante o experiente — um desafio que muitas empresas estão tendo de encarar desde o lançamento do jogo. O exemplo mais recente disso foi a gigante Volkswagen, que proibiu que seus funcionários utilizem o aplicativo dentro de suas unidades. E o mais curioso é que a proibição não se limita apenas ao horário de trabalho, mas durante todo o período em que o trabalhador estiver em um espaço da sede central da companhia, na cidade alemã de Wolsburg.

Por meio de um comunicado interno enviado a seus funcionários, a fabricante de automóveis aponta a falta de atenção e a distração causadas pelo game como um fator que aumenta os riscos de acidentes de trabalho. A montadora teme que as pessoas fiquem mais preocupadas em capturar aquele Pikachu que apareceu no smartphone do que prestar atenção em suas tarefas ou nos cuidados básicos de segurança e, para evitar que qualquer coisa realmente aconteça, optou por proibir tudo de uma só vez. O comunicado foi enviado a seus mais de 70 mil empregados.

Outro ponto destacado na nota diz respeito à segurança da própria Volkswagen. Como Pokémon GO se baseia no uso de geolocalização, a empresa teme que esses dados possam ser usados por terceiros para monitorar a movimentação dos funcionários e conhecer sua posição. Porém, levando em conta que a sede da montadora não deve ser uma unidade secreta escondida de todo mundo, o argumento chega até a ser um pouco estranho. Por outro lado, faz sentido que ela se preocupe que aplicativo crie brechas para que fotos e vídeos feitos por seus funcionários acabem vazando e revelando alguns de seus segredos. Como a confidencialidade é um ponto importante dentro da indústria automotiva, essa preocupação não é toda exagerada.

Pokémon Go

Segundo empresa, desatenção pode causar acidentes de trabalho — mas funcionários seguem jogando

Em entrevista ao jornal alemão Bild, um funcionário não identificado conta que praticamente todos os trabalhadores da empresa já estão jogando Pokémon GO, inclusive durante o expediente. Tanto que ele diz ter capturado três monstrinhos recentemente na linha de montagem, ou seja, enquanto um veículo era montado — o que torna a preocupação da Volkswagen com a segurança dos trabalhadores bastante compreensível. Outras pessoas ouvidas pela reportagem também disseram usar o app no meio do trabalho e dizem não ver isso como um grande problema.

Lançado no Brasil no último dia 3 de agosto, Pokémon GO ainda não teve nenhum caso de proibição em empresas — pelo menos nenhuma que tenha chegado ao conhecimento do público. A própria proibição da Volkswagen se resume à sua unidade em Wolsburg e não afeta as fábricas da marca em nosso país — ao menos por enquanto.

Via: Autoesporte