Valve anuncia que SteamVR terá jogos com suporte do motor Unreal 4

Por Redação | 01.05.2015 às 08:58
photo_camera Divulgação

A desenvolvedora de jogos Valve e a fabricante de dispositivos móveis HTC anunciaram nesta quinta-feira (30) um grande reforço para seu headset de realidade virtual. A Epic Games dará suporte às ferramentas do SteamVR com o poderoso motor Unreal Engine 4, que é a base dos principais jogos de sucesso das últimas duas gerações.

O SteamVR tem previsão de chegada até junho deste ano por meio do headset Re Vive, da HTC. Criada especificamente para games, a plataforma de realidade virtual precisava de um suporte de primeira grandeza e o motor Unreal se encaixa perfeitamente nesta proposta. Além disso, o software em si é grátis e o pagamento aos desenvolvedores é feito por meio de royalties de 5% sobre os jogos que faturam mais de US$ 3 mil. Isso é um atrativo a mais para os desenvolvedores interessados em criar títulos para o gadget.

A Epic por enquanto não comentou e nem anunciou nenhum jogo para a plataforma, contudo o engenheiro-chefe da desenvolvedora, Nick Whiting, adiantou que o simulador de pescarias Dovetail Games Fishing pode chegar ao dispositivo de realidade virtual da Valve. O game teve uma demo lançada para o SteamVR no início do ano.

Mesmo com a forte parceria, a Valve não tem a exclusividade da Epic, o que significa forte concorrência à vista. A companhia detentora do Unreal Engine também já anunciou suporte a outros headsets de realidade virtual, a exemplo do Oculus Rift, Samsung Gear VR e o Project Morpheus, da Sony. Além disso, a companhia já contribuiu para a estrutura de demonstração de protótipos diferenciados do Oculus Rift, como o Crystal Cove e o Crescent Bay, e já atuou ao lado da Weta Digital no início do ano numa experiência imersiva baseada no universo do filme O Hobbit.

"Fizemos coisas básicas como rastreamento da cabeça e renderização estereoscópica em 3D", explica Whiting, sobre os trabalhos iniciais da Valve com a Epic Games. As maiores mudanças em relação a outras plataformas de realidade virtual envolveram a adição de suporte para controladores de movimento do Vive, com maior amplitude e a possibilidade de redução de latência no fone de ouvido.

EPIC VALVE

Whiting também disse que há muito conhecimento sobre realidade virtual sendo compartilhada neste momento e que isso também vai ajudar a manter o motor atualizado em todas as plataformas com as quais a Epic trabalha. "Vamos nos concentrar em fazer otimizações para tornar mais fácil a adaptação do conteúdo já existente para a realidade virtual", disse. Isso pode indicar que clássicos que utilizam a Unreal Engine podem, em breve, ter uma versão mais imersiva para os headsets.

O anúncio da parceria da Epic com a Valve sai na mesma semana em que a Microsoft apresenta novidades com relação à sua plataforma de realidade virtual, as HoloLens. Questionado se há possibilidade da Epic também se aliar à Microsoft, já que o jogo Unreal Tournament é um sucesso nos consoles e nos computadores da empresa, Whiting afirmou que tudo é possível, contudo não vê uma adaptação para a plataforma no momento devido ao excesso de informação na tela, o que pode causar confusão no ambiente criado pelo headset. "É um jogo tão acelerado e com tantas coisas se movendo e fazendo acrobacias que ele pode fazer mal".

Tanto a apresentação das HoloLens quanto a parceria da Valve com a Epic esquentam ainda mais o setor de realidade virtual, já que as maiores empresas de entretenimento digital estão aderindo às plataformas do setor.

Via The Verge

Fonte: http://www.theverge.com/2015/4/30/8519631/unreal-engine-4-steamvr-vive-support