Um novo Mega Man pode estar a caminho, mas somente para celulares

Por Redação | 18 de Maio de 2016 às 09h42

Depois de anos negligenciando o velho robozinho azul, parece que a Capcom finalmente se lembrou da existência do pobre Mega Man. O bom e velho personagem que marcou a infância de muita gente com clássicos ao longo de várias gerações estava sumido, quase esquecido, mas ressurgiu das trevas com o anúncio de que vai protagonizar um novo game. Porém, ao contrário do que muita gente esperava, o novo título não será lançado para consoles.

De acordo com a Capcom, o retorno de Mega Man será feito por meio de um game que será lançado para os smartphones no Japão. A ideia é se aproveitar da popularidade da franquia para lançar produtos para esse mercado já com um grande potencial de sucesso. É a mesma estratégia que outros estúdios, como a Square Enix e a Electronc Arts, vêm apostando. E, de certo modo, a lógica faz bastante sentido: se o público está sedento por um novo Mega Man, não vai se importar em ver uma nova aventura, seja ela nos videogames ou na tela do seu celular. Contanto, é claro, que seja bem-feita.

Além disso, a Capcom já sinalizou que pretende seguir esses mesmos planos com outras de suas propriedades intelectuais, como Sengoku Basara e Monster Hunter. Este último, inclusive, tem um enorme potencial lucrativo para a produtora. No Japão, Monster Hunter é um gigantesco fenômeno de vendas e é muito fácil adaptá-lo para o mundo mobile, sobretudo com a adição de microtransações. E, se isso realmente se mostrar uma operação financeiramente atraente, pode apostar que esse trio não será o único a chegar aos dispositivos móveis.

Mega Man

Por outro lado, muita gente torceu o nariz para a ideia de levar Mega Man para o mobile. Afinal, o personagem nasceu nos consoles, se desenvolveu ali e merecia um retorno justo às plataformas atuais. No entanto, fica claro o quanto a Capcom teme lançar um game aos moldes dos títulos clássicos na atual geração e ver o projeto afundar. Ao longo dos últimos anos, ela lançou várias tentativas para medir a recepção do público quanto ao formato. E, tanto com Strider quanto com Mega Man Collection, o que se viu foi um número mediano de vendas e nada que justificasse todo esse apelo do público pela volta do robô. Assim, seria muito mais seguro no mobile, com algo mais contido e barato, do que investir em algo cujo retorno não é tão garantido assim.

Vale lembrar que esta não será a primeira vez que Mega Man chega aos smartphones. Em 2012, a Capcom lançou no Japão Rockman Xover, uma versão exclusiva para iOS que se aproximava muito daquilo que já tínhamos visto antes em Mega Man X. No entanto, com algumas mecânicas bem estranhas, como um sistema de cartas e combate por turnos, o projeto não foi muito para frente.

Via: Eurogamer

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.