Sony não deve trazer retrocompatibilidade para o PlayStation 4

Por Redação | 18 de Junho de 2015 às 12h39

Um dos principais anúncios da conferência da Microsoft na E3 2015 não teve a ver com grandes exclusivos ou parcerias com estúdios de renome. O que animou os gamers logo no começo da apresentação foi a notícia de que o Xbox One passará a contar com uma espécie de retrocompatibilidade digital com os títulos de seu antecessor, o Xbox 360. Logo, todos os olhos se voltaram para a Sony, que afirmou não ter planos de fazer o mesmo com o PlayStation 4.

De acordo com Shuhei Yoshida, que é diretor dos estúdios de desenvolvimento da Sony, a ideia não está descartada, mas, agora, o objetivo é trazer novas experiências para a plataforma. O PS4 atualmente não conta com nenhum tipo de retrocompatibilidade, sendo capaz apenas de rodar os seus próprios games – o que levou a empresa a apostar, também, em remasterizações de títulos da plataforma anterior.

Segundo Yoshida, tais jogos devem compartilhar o espaço de lançamentos com os títulos inéditos, como os que foram anunciados durante a conferência da Sony. Além disso, vale lembrar a existência do PlayStation Now, o serviço de jogos via streaming da empresa, que apesar de não estar presente no Brasil ainda, permite que os usuários joguem games da biblioteca clássica da empresa não apenas no PS4, mas também em outros consoles, televisores e smartphones.

Enquanto isso, na Microsoft, a ideia pode ser parecida, mas é essencialmente diferente. A retrocompatibilidade do Xbox 360 é digital – usuários que tiverem conta na Xbox LIVE poderão baixar, no Xbox One, os mesmos títulos que tinham no console passado. Comprou um game em disco da geração anterior? Basta colocá-lo no console atual, esperar que ele seja validado e baixar a versão digital dele gratuitamente.

De acordo com a fabricante, os usuários que fazem parte do programa de testes beta do Xbox One têm acesso imediato ao recurso, com uma lista limitada de games. O lançamento para todos os usuários acontece no final do ano e a expectativa é que cerca de 100 títulos estejam disponíveis até lá.

Fonte: Polygon

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.