Sony está focada em fabricar PlayStation 4 no Brasil e reduzir preço do console

Por Redação | 24.02.2015 às 12:47 - atualizado em 06.05.2015 às 15:59
photo_camera Divulgação

Lançado há pouco mais de um ano, o PlayStation 4 tem elevado as vendas da Sony, fazendo até com que a empresa cogite abandonar o mercado de dispositivos móveis para se focar em sua divisão de games e entretenimento. O console já está disponível aqui no Brasil, mas ainda não alcançou tantos usuários por conta do preço, salgados R$ 4 mil na loja oficial da companhia.

No entanto, esse cenário deve mudar nos próximos meses com um possível anúncio da fabricação local do aparelho. Em entrevista, o country manager da operação PlayStation na Sony Brasil, Anderson Gracias, disse que o foco da empresa em 2015 é iniciar a produção nacional do dispositivo de nova geração e, consequentemente, reduzir de forma significativa o valor do console no país. "Será um valor muito abaixo disso (R$ 4 mil)", comentou.

Leia mais: Suposto desbloqueio do PlayStation 4 causa polêmica na internet

Sem dar detalhes sobre qual seria o novo preço do PS4, Gracias afirmou que prefere não criar "expectativas equivocadas" porque a companhia ainda não iniciou a fabricação local do produto. Embora tenha culpado a alta do dólar como a grande vilã dessa história – algumas peças são importadas para montar o videogame no Brasil –, o executivo reforçou o compromisso da Sony com os jogadores brasileiros e disse que a empresa está empenhada em reduzir o valor do console em território nacional.

"Não é só meu sonho, é o sonho de muita gente. Esse dia ainda não existe, mas sonhamos com ele. Esse anúncio, como aconteceu com PS3, vai impactar ainda mais. Quando anunciamos a fabricação local do PS3, o produto estava indo do sexto para o sétimo ano de vida. Esperamos anunciar a fabricação local do PS4 muito antes disso", declarou.

"Nesse momento, a situação econômica atrapalha assim como atrapalha outros setores. A alta do dólar vai contra o nosso lema que é 'trabalhar todos os dias para reduzir a barreira de entrada para o gamer brasileiro'. O que quero dizer é que queremos preços mais competitivos e produtos mais acessíveis. A alta do dólar atrapalha, mas não impede. Em momento algum deixamos ou vamos deixar de investir na nossa operação brasileira. Iniciamos um ano que vai fazer a história do PlayStation no Brasil", disse.

Para efeito de comparação, o principal concorrente do PlayStation 4, o Xbox One, já é fabricado localmente e custa hoje R$ 1.999. O mesmo acontece com o Xbox 360. Dos consoles da Sony, apenas o PlayStation 3 é produzido por aqui, desde 2011, o que fez com que o preço do aparelho caísse para menos de R$ 1.000. Segundo Gracias, a fabricação local é o foco principal da empresa para diminuir o valor do PS4, além de outras alternativas, como a redução de impostos e subsídios para bancar esses valores que podem comprometer todo o ecossistema do PlayStation no país.

Gracias também falou sobre a migração dos usuários de PS3 para PS4, que no Brasil acontece de forma menos gradativa que nos Estados Unidos, por exemplo. Pelo fato do dispositivo de nova geração custar R$ 4.000, o empresário afirma que a companhia continuará investindo no PS3, uma vez que o aparelho é mais barato e ainda oferece uma vasta biblioteca de jogos. Além disso, o executivo disse que a Sony continuará investindo em conteúdos para os brasileiros, como melhorias nas ofertas oferecidas pela PSN nacional.

Foto: IGN Brasil