Resident Evil 7 não será uma história de fantasmas, promete Capcom

Por Redação | 27.06.2016 às 14:48

O anúncio de Resident Evil 7 na última E3 deixou todo mundo empolgado, principalmente após a Capcom liberar uma demonstração junto com a revelação do game. E essa demo chamou muito a atenção por ter uma pegada bem diferente daquela que os fãs da série estavam acostumados a ver. Deixando a ação de lado e sem mostrar um único zumbi, ela parece se concentrar muito mais no sobrenatural do que no tipo de horror que a franquia aborda. No entanto, parece que o game final será bem diferente disso.

Em uma postagem feita no blog oficial da Capcom, o diretor do jogo, Kōshi Nakanishi, trouxe mais detalhes sobre o título e o que podemos esperar dele. A primeira coisa que ele fez questão de frisar é que, apesar do tom desta demonstração, Resident Evil 7 não será um jogo sobre fantasmas. Segundo ele, apesar da impressão deixada, o estúdio não vai descartar tudo o que a franquia construiu até agora para se transformar em uma história fantasmagórica. Porém, os jogadores terão de esperar para entender o sentido de tudo isso.

Tanto que, em uma entrevista recente, Nakanishi disse que esse pequeno teaser lançado há algumas semanas é muito mais uma prévia do tom do que do jogo em si. Isso significa que a demonstração não corresponde a nenhum trecho de gameplay do jogo final — o que é uma pena. Por outro lado, foi confirmado que não teremos Quick Time Events no novo game, o que significa que toda a ação terá de ser executada de verdade e não apenas com o apertar de um ou outro botão.

Resident Evil 7

Para o diretor, o medo e o horror sempre foram os pilares da série e que, para comemorar os 20 anos de Resident Evil, nada mais justo do que explorar esses pontos. Assim, ele promete que Resident Evil 7 vai trazer muito de exploração de ambientes, resolução de puzzles, gerenciamento de recursos e um sistema de combate como todos conhecemos, mas que o terror será o grande ponto de partida. E foi essa ideia que eles quiseram apresenta na demo.

Já para quem se pergunta como esse retorno às origens do horror vai se encaixar dentro da história da franquia, a Capcom segue fazendo mistério. E a ideia é mesmo deixar os fãs em dúvida. Nakashima explica que um Survival Horror precisa de mistérios e que, por isso, eles fizeram uma demonstração que parece não se encaixar em nada dentro da cronologia da série. Para ele, esse é parte do apelo de Resident Evil 7.

Via: Capcom Unity