Rainbow Six ganha sistema que bane automaticamente usuários com discurso de ódio

Por Wagner Wakka | 16 de Julho de 2018 às 17h05
Reprodução

A Ubisoft tomou uma nova decisão em como lidar com usuários tóxicos na comunidade de Rainbow Six Siege, um dos jogos de tiro em primeira pessoa mais famosos da atualidade. A empresa implementou um novo sistema que bane usuários automaticamente por práticas racistas, sexistas ou homofóbicas entre outros discursos de ódio em sua plataforma.

Depois que vários usuários começaram a reclamar que estavam sendo banidos, a Ubisoft confirmou ao PC Gamer que esta nova mecânica já está valendo. De acordo com a publicadora, informou que ao ser reconhecido o discurso de ódio, o  jogador é alertado com um aviso e banido por 27 minutos de jogar quaisquer partes do título.

Nas próximas duas vezes que o usuário utilizar expressões consideradas racistas ou homofóbicas, esta exclusão sobre para duas horas. Caso mesmo assim ele insista em uma quarta vez, a conta vai passar por investigação que pode resultar em um banimento definitivo do jogo.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Esta mudança é uma promessa da Ubisoft em que passaria a adotar um sistema mais restrito em relação à toxicidade do jogo. A empresa considera discurso de ódio “uso de quaisquer conteúdos ou linguagem considerada ilegal, danosa, ameaçadora, abusiva, obscena, vulgar, difamatória, de ódio, racista, sexista, eticamente ofensiva ou que constitua assédio”.

Atualmente, a empresa está focando em discurso racista e homofóbico.

Sistema

A empresa automatizou o sistema que reconhece os discursos de ódio usando um filtro de chat. No post, publicado em abril deste ano, ela explica que o sistema é baseado em uma lista de termos que não podem ser usados. “Ele vai substituir a palavra que tenha sido identificada como ofensiva e vai notificar o jogador que a linguagem usada foi considerada inaceitável. Nós também vamos monitorar o número de vezes que os jogadores foram pegos por estes filtros e tomar as medidas necessárias com os jogadores que estão intencionalmente tendo um impacto negativo na experiência de outros jogadores”.

Um vídeo publicado em um fórum mostra um usuário sendo automaticamente retirado de uma partida ao usar um termo considerado ofensivo pela plataforma.

Após a mudança, alguns jogadores foram ao Twitter reclamar com a empresa. Um usuário chamado Yiğit disse: “... eu fui banido por usar a expressão nibba [sic] no chat”. Em resposta, recebeu: “Ótimo” da página oficial do jogo.

A expressão “nigga”, traduzida para o português como “crioulo”, é uma palavra extremamente ofensiva a negros , sobretudo nos Estados Unidos. A simples utilização desta expressão já pode ser considerada racismo e geralmente é usada em tom racista.

Outro disse de forma irônica: “Banindo pessoas por dizer nigga em um jogo com classificação indicativa de M. Bom saber que vocês estão focando nos problemas reais”. Em resposta, a o perfil oficial informou: “Lutar contra toxicidade e limpar o ambiente de Siege é uma questão muito real e importante”.

Fonte: Ubisoft, PC Gamer

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.