Progressão de Star Wars Battlefront 2 não vai mais depender de loot boxes

Por Felipe Demartini | 16 de Março de 2018 às 16h40

Quatro meses depois do desastroso lançamento de Star Wars Battlefront II, a Electronic Arts anunciou mudanças no sistema de evolução de personagens do game, que acaba com a dependência de loot boxes para a obtenção de melhorias. As caixas aleatórias permanecerão no game, ainda com direito à aquisição com uso de dinheiro de verdade, mas, agora, incluírão apenas itens cosméticos como emotes ou poses de vitória.

Enquanto isso, nas palavras da empresa, o restante do sistema de progressão do jogo se torna mais linear. As Star Cards, cartas utilizadas para aplicação de habilidades especiais ou novas armas para os soldados do game, serão obtidas com o uso de pontos de experiência, obtido apenas por meio dos diferentes modos de Star Wars Battlefront II.

A ideia é fazer com que os jogadores experimentem as diferentes classes de personagem e também joguem bastante com as naves e personagens clássicos da franquia. A cada ponto de habilidade obtido nas categorias, é possível comprar uma Star Card ou aprimorar uma já possuída, de forma a melhorar as habilidades ou torna-la mais forte.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Enquanto isso, as loot boxes continuarão a ser obtidas por meio de logins diários, participação em eventos, cumprimento de objetivos ou evolução de classes. Dentro delas, os jogadores receberão créditos para aquisição de heróis e também elementos cosméticos. Elas também serão parte de uma nova onda de conteúdos adicionais para o game, que trará novas skins para os heróis e soldados, com base em diferentes eras da franquia Star Wars.

A atualização para o game é gratuita e chega em 21 de março. Além disso, a EA confirmou que todas as entregas de DLCs para Star Wars Battlefront II continuam nos planos e devem ser reveladas ao longo das próximas semanas, com a promessa de expandir cada vez mais o mundo do game.

Pode ser, entretanto, um pouco tarde para salvar um título rechaçado por muita gente desde seu lançamento, justamente por conta das políticas que associaram loot boxes e o sistema de progressão e liberação de personagens. Os problemas teriam gerado, inclusive, atritos entre a EA e a Disney, detentora da franquia Star Wars, além de vendas abaixo do esperado para o título, um dos maiores lançamentos do ano passado para a empresa.

Fonte: Electronic Arts

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.