Oculus VR atrasa entrega das primeiras unidades do Rift

Por Redação | 13.04.2016 às 13:09
photo_camera Oculus Rift

A Oculus VR admitiu publicamente que não está conseguindo dar conta da demanda inicial motivada pelo anúncio do lançamento do seu óculos de realidade virtual para os consumidores. O dispositivo, que teve suas primeiras remessas enviadas aos compradores iniciais no dia 28 de março, pode sofrer um atraso de mais de dois meses para chegar às mãos de alguns early adopters, que, claro, não estão nada felizes com isso.

De acordo com a companhia, os problemas de fabricação, mais especificamente a falta de componentes necessários para a produção do Oculus Rift, são os culpados. A empresa confirmou que os atrasos irão acontecer para alguns consumidores, mas não deu mais detalhes sobre o assunto, sem confirmar, por exemplo, quanto tempo a mais a entrega dos produtos levará, quantos dispositivos já foram enviados para os compradores e de que forma estão sendo selecionados aqueles que os recebem ou não.

Entretanto, a Oculus VR deu a entender que já esperava esse tipo de situação, mas que a falta de peças a atingiu mais do que o previsto, o que motivou uma mudança nas previsões de entrega. Em alguns casos, de acordo com relatos de usuário, a estimativa partiu de meados de maio para o início de julho.

Entre as principais críticas está o fato da fabricante, em teoria, ter aceitado mais encomendas do que seria capaz de atender, uma noção evidenciada com a declaração que deixa vago o entendimento de que a Oculus VR sabia que passaria por uma escassez de componentes. O Rift tem chamado muita atenção desde que chegou às mãos de desenvolvedores e entusiastas, e as pré-vendas iniciais esgotaram poucos minutos depois de abertas, mesmo com o alto preço do dispositivo.

Além do atraso nas entregas dos óculos em si, a empresa também revelou que os controles de movimento, que deveriam chegar junto com o dispositivo, também serão adiados. Nesse caso, a mudança vale para todos, e mesmo aqueles que compraram o bundle que acompanha o Rift e o joystick deverão esperar até o segundo semestre para receber suas unidades, mesmo que o aparelho em si chegue em suas casas antes disso.

Sobre esse segundo aspecto, entretanto, a Oculus VR não entrou em detalhes sobre motivos. Não se sabe, por exemplo, se o adiamento também é fruto de uma falta de componentes ou se outras razões externas ou internas foram responsáveis pelo atraso. Aos compradores iniciais, resta apenas ter paciência.

Fonte: TechCrunch