Presidente da Nintendo diz que Switch poderá ter VR

Por Redação | 08.02.2017 às 15:43
photo_camera Divulgação

Para quem achava que o novo console da Nintendo, o Switch, não teria poder de fogo para suportar realidade virtual, aí está uma notícia. A companhia afirmou que o console terá a capacidade de rodar aplicações de VR.

A afirmação saiu de ninguém menos que Tatsumi Kimishima, presidente da companhia, em uma entrevista com a publicação norte-americana Time. Segundo o executivo, a companhia está desenvolvendo pesquisas sobre o conceito, interessada nas possibilidades que ela pode trazer ao Switch.

"A questão, obviamente, é 'qual a melhor melhor maneira de trazer a realidade virtual para nossos consumidores como uma forma de entretenimento'? Não apenas como algo realista, mas a como a melhor maneira de usar essa tecnologia para trazer algo divertido para nossa base de usuários. Estamos definitivamente analisando isso", afirmou Kimishima.

Com a declaração de seu presidente, o Switch ganha pontos em sua proposta de trazer novos modelos de jogabilidade, mesmo contando com um hardware não tão poderoso em comparação com PCs e seus consoles concorrentes, como PS4 e Xbox One. Caso o futuro reserve um modo VR para o Switch - cuja versão portátil pode ser facilmente aplicado a um headset no estilo de um Gear VR, por exemplo - o videogame da Nintendo pode ter outra carta na manga.

Por enquanto, tudo não passa de especulação e sugestões da Big N. No final do ano passado, porém, foi vazada uma imagem de uma patente registrada pela Nintendo, mostrando um periférico semelhante a um Gear VR, da Samsung, que permitiria o usuário colocar a tela destacável do Switch em um headset especial, usando-o como visor para games de realidade virtual.

O registro data de junho de 2016, quando o videogame da Nintendo ainda tinha o nome provisório de NX. Porém, a imagem já mostra que o dispositivo referente à tela do Switch com um design bem próximo do visual final apresentado para o console.

Com data de lançamento marcada para o dia 3 de março, o Nintendo Switch chegará às lojas custando US$ 299. O console não tem previsão de lançamento oficial no Brasil, já que a Nintendo não tem mais representação no país.

Fonte: Ubergizmo