Pokémon GO tem potencial de gerar US$ 1 bilhão por ano

Por Redação | 12 de Julho de 2016 às 17h33

Pokémon GO já é um dos maiores jogos para dispositivos móveis lançados neste ano. Uma das principais características que tem feito o título ser um grande sucesso é o fato dele poder ser baixado gratuitamente, tanto para Android quanto para iOS. Apesar da gratuidade, os desenvolvedores têm conseguido fazer dinheiro com o aplicativo graças às compras dentro do aplicativo, que incluem obtenção de itens para facilitar a busca por novos Pokémon, por exemplo.

Embora não se tenha números oficiais sobre quanto de dinheiro o Pokémon GO levantou até agora, a empresa de análise de aplicativos App Annie realizou uma estimativa que afirma que o jogo pode fazer US$ 1 bilhão por ano somente através das compras dentro do app. A empresa deixa claro, porém, que para isso é necessário que a Niantic, desenvolvedora do game, consiga disponibilizar atualizações constantes para o aplicativo e o mantenha longe de problemas de desempenho, especialmente relacionados à conexão e servidores.

A App Annie também explica que Pokémon GO ainda carece de funcionalidade sociais e características PVP, que permite que os jogadores possam jogar um contra os outros, tornando o game mais dinâmico ao invés de permitir que eles apenas capturem Pokémon.

Assista Agora: Descubra o jeito certo de criar verdadeiros times de alta-performance e ter a empresa inteira focada em uma única direção.

Os excelentes números que Pokémon GO conquistou até agora têm valorizado de maneira impressionante as ações da Nintendo. Nesta segunda-feira (11), a empresa japonesa teve alta de 25% nas ações nos Estados Unidos. Além disso, o sucesso do jogo elevou o valor da Nintendo em US$ 7,5 bilhões em apenas dois dias.

Aplicativos que possuem muito mais tempo no mercado, como é o caso do Tinder, já ficaram para trás. O app de relacionamentos, por exemplo, está presente em 2% da base de usuários do Android, enquanto o game da Nintendo já alcançou 5%. O crescimento impressionante de adeptos do Pokémon GO ameaça até mesmo o Twitter, que é utilizado diariamente por 3,5% dos usuários Android, enquanto o jogo dos monstrinhos já atinge 3%.

Fonte: MCV

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.