Pokémon GO finalmente chega para o Apple Watch

Por Redação | 22.12.2016 às 18:55
photo_camera Divulgação

Para quem ficou animado com o anúncio feito em setembro, mostrando uma versão de Pokémon GO para o Apple Watch, a espera acabou. A Niantic soltou no mercado esta quinta-feira (22) a versão do popular game para o wearable da Apple.

Pokémon GO para o Apple Watch, embora não seja uma versão completa do game para o smartwatch, é um app que extende a experiência do jogo de realidade aumentada para o wearable, usando informações como caminhadas e corridas no Apple Watch de forma integrada com o app no iPhone.

Com a nova versão, será possível andar, passar por Pokéstops e chocar ovos com o app ligado no relógio, enquanto o usuário faz seus exercícios. Entretanto, caso o Apple Watch mostre uma Pokémon nas proximidades, será preciso puxar o iPhone para capturar o monstrinho.

Parar tirar dúvidas sobre as funções disponíveis em Pokémon GO para Apple Watch, a Niantic fez um post em seu blog oficial listando os recursos disponíveis.

- Gravar cada sessão de jogo como uma sessão de exercício, com gamplay contando como atividades.
- Receber notificações sobre Pokémon próximos.
- Marcar distâncias para chocar ovos de Pokémon e receber Candy de seu Buddy.
- Receber notificações sobre Pokéstops próximas e coletar itens delas
- Receber notificações de ovos chocados e medalhas recebidas

Vale lembrar, entretanto, que além do app para o Apple Watch, Pokémon GO já teve um wearable lançado. Lançada em setembro, a Pokémon GO Plus era uma simples pulseira dedicada ao jogo que facilita bastante a caçada dos treinadores. Ele se conecta ao smartphone via Bluetooth Smart — uma derivação da tecnologia que consome pouquíssima energia — e permite que você colete itens em PokéStops e até mesmo capture alguns Pokémon sem precisar tirar o celular do bolso.

Além do Pokémon GO Plus, fontes ligadas à Niantic afirmaram que a companhia está desenvolvendo outro wearable - desta vez um com display, diferente do Plus - que poderá competir em recursos com o software do WatchOS.

Fonte: 9to5Mac