Plataforma de apps in-game Overwolf chega ao Brasil

Por Redação | 11.10.2016 às 15:18
photo_camera Reprodução

A Overwolf, empresa especializada na distribuição de aplicativos que rodam dentro de game, anunciou sua chegada ao Brasil, com o apoio da brasileira Level Up, que fará o marketing da marca internacional em terras brazucas.

A plataforma, de acesso gratuito, permite que os jogadores acessem e usem outros softwares durante a jogatina sem interromper, desligar ou interferir no game, fazendo tarefas como pesquisar, consultar estatísticas do jogo, acessar wikis, observar contadores, gravar replays, ouvir música, conversar com amigos e acessar o Facebook.

Entre alguns dos apps listados na Overwolf estão o Replay Hud, de gravação e reprodução de gameplays, Game Session Summary, que faz um resumo da sessões de jogos e Lol Wiz e CS: GO Stats, que monitoram estatísticas das partidas jogadas.

Para o início das atividades de Overwolf no Brasil, a plataforma foi traduzida para o português e a partir de agora terá ações exclusivas para o público brasileiro, como parcerias com youtubers, que participarão de eventos e darão dicas sobre os aplicativos disponíveis em Overwolf.

Atualmente, são mais de 800 jogos e 150 apps integrados com a plataforma, que recebe atualizações diárias e é uma das poucas aceitas em campeonatos de e-Sports, já que não modifica as engines dos games, mas se adapta a elas, eliminando a possibilidade de trapaças. Overwolf já ultrapassou a marca de 10 milhões de usuários em todo mundo e está disponível em dez idiomas.

“O Overwolf é uma ferramenta que auxilia todo tipo de jogador, desde aquele que só quer se divertir com os amigos conversando durante as partidas sem pausar o game até os que querem compartilhar os melhores momentos no seu canal do YouTube.”, disse Décio Penna, gerente de produtos do Overwolf. “Já temos parcerias a nível global com empresas como Team Speak e NVIDIA, além de times profissionais de League of Legends e CS:Go. Agora teremos uma atuação mais voltada para o mercado brasileiro, com ações locais e uma relação bem próxima com a comunidade de usuários”.