Peter Moore, da EA, joga balde de água fria em remaster de Mass Effect

Por Redação | 01.09.2016 às 11:44
photo_camera Divulgação

A novela de se a Electronic Arts quer ou não produzir um remake para a trilogia Mass Effect continua. No passado, a companhia era contra, já que dizia se dedicar a criar novos games, e não relançar coisas antigas.

No entanto, há algumas semanas, Patrick Soderlund, vice-presidente executivo da EA Studios, disse ao Game Informer que a empresa "passou a considerar investir recursos em revitalizar títulos antigos", dando a esperança de um remaster do aclamado RPG sci-fi.

Agora, vem Peter Moore, executivo-chefe de competição, que cuida dos jogos competitivos da Electronic Arts, dizer essa coisa de refazer títulos velhos simplesmente não é o que a companhia faz. "Temos desenvolvedores e estúdios incrivelmente talentosos ao redor do mundo que estão focados em entregar novas propriedades intelectuais, novas experiências e mais e mais serviços online", explicou ao site IGN.

"Poderíamos fazer um dinheiro fácil remasterizando Mass Effect? Sim. Milhares de pessoas já nos disseram isso? Já, sim. Temos... Não. Quero dizer, sentimos que queremos ir para frente. Há uma coisinha chamada Mass Effect: Andromeda na qual estamos totalmente focados e ele será magnífico. Temos algum time meio à toa sem fazer nada agora que poderia fazer isso? Não, não temos. Queremos focar no futuro", afirmou o executivo.

É, pelo jeito o negócio é mesmo aguardar por Mass Effect: Andromeda, que está previsto para sair no primeiro trimestre de 2017 para PC, PlayStation 4 e Xbox One. Trata-se de um misto de RPG com game de tiro, numa visão de terceira pessoa. Ao contrário dos outros três games, esse terá um mundo aberto para explorar.

Fonte: IGN