Novo Nintendinho trará várias opções de vídeo e save temporário

Por Redação | 08 de Agosto de 2016 às 12h09

Embora chegue às lojas somente no próximo mês de novembro, o retorno do Nintendinho segue deixando muita gente curiosa. O anúncio da Nintendo sobre o relançamento do console foi bastante sucinto e com pouquíssimas informações, as quais começam a surgir e a esclarecer um pouco do que está por vir, permitindo que saibamos um pouco mais sobre esse golpe nostálgico. Sabemos que ele vai trazer o design original, em tamanho reduzido, e que contará com 30 jogos pré-instalados na memória. Porém, o que mais?

Conforme tinha sido anunciado anteriormente, o NES Classic Edition poderá ser conectado em TVs modernas graças à saída HDMI que possui. E, por mais que nada tenha sido dito sobre resolução ou ajustes, o diretor de comunicação da Nintendo Canadá deu uma entrevista que ajuda a esclarecer um pouco desse aspecto técnico. De acordo com Julie Gagnon, o videogame vai incluir diferentes modos de exibição, o que inclui uma opção para que tenhamos pixels perfeitos, ou seja, fazendo com que cada um deles seja exibido como um quadrado. Haverá também a possibilidade de usar a proporção 4:3 e até simular uma televisão CRT antiga.

Outra novidade diz respeito ao modo de salvar os jogos antigos — algo que não era tão comum na época do Nintendinho. Gagnon revela que todos os 30 jogos presentes no novo NES contarão com dois modos de save. O primeiro deles é o chamado permanente, que fica armazenado na memória do console e pode ser acessado sempre que você desejar. Já o save temporário vai permitir que o jogador recomece o jogo a partir de um ponto específico sem ter de começar tudo desde o começo. É o tipo de coisa que o Virtual Console — e outros emuladores — já oferecem e que é um dos queridinhos dos usuários.

nintendo 8 bits

Saves temporários vão tornar a jogatina mais acessível para as novas gerações

A ideia com esse recurso é tornar as coisas um pouco mais fáceis para os jogadores, principalmente em títulos mais longos. Afinal, nada mais frustrante do que morrer na batalha contra um chefe e ser obrigado a voltar todo o caminho repetidas vezes. Isso era algo bastante comum na época, mas que não se encaixa mais dentro da proposta que o público atual procura. Assim, para evitar que o NES e seus clássicos sejam rejeitados por essa nova geração, o simplificador acabou sendo incorporado ao sistema. E, antes que você decida reclamar com base no seu saudosismo de “no meu tempo era melhor”, lembre-se de que você não é obrigado a usar o save temporário.

Por fim, o diretor de comunicação da Nintendo canadense detalhou um pouco mais o controle do console. Como ele explica, o joystick acompanhará o sistema e ele pode ser usado também no Wii e no Wii U. O design original também foi mantido — para o terror de suas mãos.

O NES Classic Edition chega às lojas norte-americanas no dia 11 de novembro por US$ 59,99 — cerca de R$ 191 na cotação atual. No entanto, até o momento, não há qualquer informação sobre o lançamento do console retrô no Brasil.

Via: TechTimes

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.