Novo Assassin's Creed Origins terá mundo aberto e exploração naval

Por Redação | 10 de Maio de 2017 às 11h38

A gente já sabia que a série Assassin’s Creed passaria por uma reformulação. Depois de não receber nenhum game no ano passado, a franquia retornaria em 2017 com uma pegada um pouco diferente, trazendo a renovação que todos pediam. A própria Ubisoft havia confirmado essa informação. No entanto, com exceção desse detalhe, nada mais foi dito em relação ao seu próximo jogo, apenas alguns rumores aqui e ali. E, depois de um longo silêncio, eis que novos detalhes finalmente surgem para quem estava com saudades de ver as Hidden Blades em ação.

A primeira grande informação é que o nome do jogo acabou passando por mudanças. Apontado inicialmente como Assassin’s Creed Empire, o novo game deve mesmo se chamar Assassin’s Creed: Origins e deve ser apresentado oficialmente durante a conferência da Ubisoft na E3, no próximo mês de junho. Como o título sugere, devemos acompanhar a guilda original que vai dar origem à Ordem dos Assassinos que conhecemos até aqui. Para isso, seremos levados ao Antigo Egito e acompanharemos a história pelo ponto de vista de dois protagonistas, um homem e uma mulher — como já aconteceu em Assassin’s Creed Syndicate.

Uma fonte ligada ao estúdio afirmou ao site Comicbook que Origins vai trazer um mundo aberto realmente grande para ser explorado e deve ser construído a partir de uma experiência menos linear e com um sistema de progressão de personagem menos atrelado ao avançar da história. Isso significa uma lógica mais próxima de RPGs e o próprio informante fez várias comparações do novo Assassin’s Creed com The Elder Scrolls: Skyrim e que as impressões dentro dos estúdios para essa nova estrutura vêm sendo bastante positivas.

Desse modo, o que podemos esperar é exatamente um jogo que ofereça muito mais liberdade que qualquer outro da série até agora e que a grande ênfase está mesmo na exploração. Segundo algumas fontes, esse já é considerado o maior Assassin’s Creed feito até então e que está sendo produzido ao longo de vários anos. A proposta é que ele aproveite exatamente esse ciclo estendido de produção para trazer novidades que os seus antecessores não conseguiram.

Além disso, o site Comibook diz que outras localidades além do Antigo Egito estarão disponíveis em Origins. Isso inclui, por exemplo, locais como a Grécia e até mesmo os mares do Mediterrâneo. Nesse ponto, foi confirmado que a exploração e o combate naval retornarão à série.

Via: Comicbook

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.