No Japão, Resident Evil 2 terá pacote com “máquina de escrever Bluetooth”

Por Felipe Demartini | 10 de Agosto de 2018 às 12h51

Se você já pirou com a edição especial americana do remake de Resident Evil 2, espere para ver o que a Capcom japonesa preparou. A empresa revelou nesta quinta-feira (10) o pacote de colecionador dedicado aos fãs nipônicos, que traz todos os itens do pacote que vai estar disponível nos Estados Unidos, mais alguns extras e um teclado mecânico Bluetooth, que simula o visual de uma máquina de escrever.

São diversas versões do pacote, com itens que variam de acordo com o preço. Da edição completa, que custa impressionantes 99.800 ¥, cerca de R$ 3.480, fazem parte os seguintes itens:

Edição de colecionador japonesa de Resident Evil 2 traz itens extras em relação à que será lançada no Ocidente (Imagem: Divulgação/Capcom)
  • Resident Evil 2 Remake para o PS4, em disco;
  • Action figure do protagonista Leon Kennedy, com 30 cm de altura;
  • Um teclado mecânico Bluetooth da marca Querkytoys, que simula uma máquina de escrever;
  • Um pôster da delegacia de polícia onde o game acontece;
  • Um livro de artes do game;
  • Trilha sonora em CD;
  • Pacote de DLCs com a trilha sonora original de Resident Evil 2, novas roupas e armas para os personagens;
  • Quatro rolos de fita adesiva com diferentes padrões e no formato de itens do próprio título;
  • Uma embalagem com a aparência do baú de itens do jogo.

Além disso, estão disponíveis versões “mais modestas", como uma que traz apenas o game, o teclado e um rolo de fita (82.800 ¥, aproximadamente R$ 2.900); o pacote completo com exceção do acessório Bluetooth (24.800 ¥, aproximadamente R$ 870); ou apenas o jogo acompanhando um rolo de fita aleatório, por 7.800 ¥, mais ou menos R$ 270.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Versão customizada

Teclado mecânico Bluetooth é o grande destaque do pacote especial de Resident Evil 2 no Japão (Imagem: Divulgação/Capcom)

Além disso, quem quiser, também pode adquirir apenas o teclado, que sai individualmente por 75.000 ¥, cerca de R$ 2.610. O acessório tem design retrô e uma barra de retorno que serve como tecla enter, além de permitir o controle de volume pelo botão que, originalmente, serviria para rolar o papel. Os switches são Cherry MX Blue, com sistema anti-ghosting para até seis teclas e bateria com duração de 5 a 7 dias. A peça é compatível com iOS e Android, mas também pode ser conectada ao PC por cabo USB.

Como não poderia deixar de ser, o teclado também acompanha uma customização que dá a ele a aparência do jogo, com direito a logo da Umbrella e também da marca Lexington, clássica do ramo. Caso você não conheça o folclore de Resident Evil, as máquinas de escrever são utilizadas como mecanismo para salvar o jogo, se tornando, assim, uma das principais marcas do game de terror.

A adição do item à edição especial do tão aguardado remake do clássico, claro, deixou os fãs em polvorosa, mas também levantou críticas à Capcom, principalmente pelo preço do teclado em relação à sua versão original. O acessório é exatamente o modelo Qwerkywriter S, que nos Estados Unidos é vendido pela fabricante por US$ 249, cerca de R$ 960. Em sua edição original, entretanto, ele não traz as customizações que a deixam com a cara de Resident Evil, mas essa acaba sendo a única diferença.

No site oficial do pacote de colecionadores de Resident Evil 2, a Capcom afirma que a parceria com a Qwerkytoys é exclusiva, com o produto sendo vendido no mercado japonês pela primeira vez de forma atrelada ao jogo. O remake do clássico chega em 25 de janeiro para PC, PS4 e Xbox One, com legendas e textos em português brasileiro.

Fonte: Capcom

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.