Nintendo volta a lucrar em seu melhor período desde 2012

Por Redação | 29 de Julho de 2015 às 12h40

Parece que os tempos problemáticos e de negatividade estão ficando para trás. Nesta quarta-feira (29), a Nintendo anunciou seu melhor resultado financeiro desde 2012, fechando o segundo trimestre deste ano com lucros que, mesmo pequenos, já representam um alívio.

Durante o primeiro trimestre do atual ano fiscal, ou seja, de abril a junho, a empresa teve um faturamento total de US$ 729 milhões apenas em vendas de jogos e consoles. Isso gerou um lucro de US$ 9,3 milhões, que pode parecer pouco, mas está bem acima da expectativa do mercado, que esperava mais uma perda, também pouco impressionante, de cerca de US$ 1 milhão.

E o responsável por tudo isso? Splatoon, diz a Nintendo. O game de tiro para o Wii U foi responsável não apenas por vender mais de 1,62 milhão de unidades desde seu lançamento, em 28 de maio, até o fim de junho, mas também por levar alguns novos jogadores ao console, movimentando também as vendas do video game.

O título foi desenvolvido de forma exclusiva pela Nintendo e ganhou força ao longo de sua divulgação justamente pela proposta diferenciada. Aqui, em partidas multiplayer, os jogadores competem pelo domínio do território não pela matança dos oponentes – apesar de isso também ser possível –, mas pelo uso da tinta. O time que tiver pintando a maior área do mapa ao final do tempo determinado vence a partida.

No segundo trimestre de 2015, que representa o primeiro do ano fiscal 2016 para a Nintendo, os resultados foram os melhores obtidos desde 2012. Naquele ano, a empresa ia de vento em popa com a iminente chegada do Wii U e quedas nos preços do antecessor – apesar de ter altos gastos com pesquisa e desenvolvimento pelo mesmo motivo. Depois, porém, os resultados começaram a degringolar quando o novo console começou a ter vendas bem abaixo do esperado, motivando a Nintendo a se mexer para reverter a situação.

O ideal de lucros e faturamento acima das expectativas, ainda, faz um contraste bastante gritante com a situação de um ano atrás. No primeiro trimestre do ano fiscal 2015, a Nintendo registrou perdas de US$ 76 milhões, pois esse é um período que sempre apresenta queda nas vendas de games – os grandes lançamentos de final e começo de ano já perderam sua força, e novos títulos ainda estão por vir.

O ganho por ação, para os investidores, foi de US$ 0,56 e a expectativa da Nintendo é continuar tendo resultados positivos. Para o trimestre corrente, a expectativa é de atingir um total de US$ 4,6 bilhões em vendas e US$ 404 milhões em lucros. O crescimento tem a ver com a chegada de títulos consagrados na plataforma, como novos episódios de Skylanders e Disney Infinity, além do exclusivo Super Mario Maker. Todos aterrissam em setembro.

Além disso, vale a pena uma explicação se você está achando esquisito o fato de o segundo trimestre de 2015, na verdade, ser o primeiro do ano fiscal 2016 para a Nintendo. Na indústria de games, o período é calculado do início de abril até o final de março seguinte, de forma que os resultados anuais possam abraçar de forma mais completa as vendas de final de ano, sem que elas sejam dividas ao meio pelo fim do calendário.

Fonte: VentureBeat

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.