Nintendo não mostrará novo console nem jogos para celular na E3 2015

Por Redação | 11.05.2015 às 11:55
photo_camera Divulgação

Falta cerca de um mês para a E3 2015, a maior feira de games do mundo que acontece em Los Angeles, nos Estados Unidos. E se você esperava pelo anúncio de novidades da Nintendo no que diz respeito a novos consoles, pode esquecer. A empresa afirmou que não vai revelar nenhuma nova informação do NX, próximo videogame da companhia, nem mostrar o andamento do projeto.

A declaração é do presidente da Big N, Satoru Iwata, que disse durante um encontro recente com investidores que a divulgação de novos dados, bem como o anúncio oficial do NX, só estão programados para o ano que vem. Além disso, quando perguntado sobre uma possível janela de lançamento do aparelho, Iwata não deu detalhes de quando o dispositivo estará à venda.

"Atualmente, não podemos falar sobre o período em que ele [o NX] será colocado à venda ou como ele é. Porque o estamos chamando de um 'novo conceito'. Não estamos pensando [no NX] apenas como uma 'simples substituição' para o 3DS ou o Wii U", disse.

Iwata já havia declarado que o anúncio oficial (e completo) do NX aconteceria só em 2016. Até lá, é provável que a companhia não revele quase nada do aparelho, principalmente se levar em consideração que o console ainda está em fase inicial de desenvolvimento. "Uma vez que entendemos que a E3 é um evento destinado para máquinas de videogame, não temos a intenção de discutir sobre dispositivos inteligentes, nem sobre qualidade de vida".

Esse "qualidade de vida" dito por Iwata se refere a novos aparelhos desenvolvidos pela empresa que serão focados em monitorar aspectos da saúde do usuário. O que se sabe é que se trata de uma nova plataforma baseada em sensores e computação na nuvem que pode identificar aspectos do sono do jogador, por exemplo. Também não há uma data para que esse sistema chegue ao mercado.

Outra ausência da Nintendo na E3 deste ano são os jogos mobile anunciados pela companhia na última semana. Uma atitude no mínimo curiosa, já que o primeiro título destinado a esse segmento está programado para o final de 2015 e outros cincos até março de 2017. Na divulgação desses games, Iwata também não soltou muitas informações, se limitando apenas a dizer que os jogos não serão adaptações de títulos existentes, já que a empresa compreende que cada plataforma (consoles e smartphones) tem características diferentes.

Os jogos da Nintendo para celulares serão produzidos em parceria com a DeNA, empresa japonesa com experiência em games free-to-play. Muitos dos jogos desenvolvidos pela DeNA funcionam com base no sistema de compras in-app, onde é possível comprar moedas para melhorar o personagem ou conseguir um melhor desempenho no jogo. Dessa forma, é provável que os títulos mobile da Big N sejam gratuitos e tenham opções pagas para personalizar os personagens, fases e outros elementos in-game.

Fonte: Kotaku