Nintendo força cancelamento de tributo de fãs aos 30 anos de The Legend of Zelda

Por Redação | 08 de Abril de 2016 às 08h27

Era uma vez um grupo de fãs que decidiu homenagear um game que eles tanto adoravam. Para comemorar os 30 anos do clássico The Legend of Zelda, o primeiro de toda a série, eles decidiram fazer uma espécie de remake não oficial. Ao transformar o visual original em algo 3D, eles ganharam fama pelo ótimo trabalho que estavam fazendo. Mas nem todo mundo gostou dessa iniciativa e eles acabaram recebendo a visita de alguns advogados.

Parece brincadeira, mas foi exatamente isso o que aconteceu. O projeto Zelda30Tribute foi cancelado após a Nintendo pedir para que os fãs interrompessem a produção do título por considerar que aquilo infringia a lei de direitos autorais. O anúncio oficial foi feito pelos idealizadores do projeto no Facebook, onde eles contam um pouco sobre essa abordagem da companhia exigindo o cancelamento do remake.

E não há como tirar a razão da companhia. Por mais bem-intencionados que os fãs fossem com o projeto, ele ainda é um produto ilegal, à beira da pirataria, e a Nintendo tem todo o direito de querer proteger sua propriedade intelectual. Tanto que os próprios criadores do tributo dizem que sabiam que isso poderia acontecer e não ficaram chateados com a decisão tomada pela japonesa. Na verdade, eles agradecem todo o apoio dado até agora e dizem estar felizes com os amigos que conquistaram durante esse período.

Segundo os autores do remake interrompido, mais de meio milhão de pessoas jogaram Zelda30Tribute e isso já é motivo o suficiente para eles comemorarem. Além disso, eles comemoram todo o aprendizado que tiveram no processo, já que puderam aprofundar seus conhecimentos em programação e criar muita coisa legal a partir da remodelagem do velho The Legend of Zelda.

Agora os planos dos desenvolvedores incluem liberar parte desse conteúdo online para que mais pessoas possam baixar e criar seus próprios games. A ideia é apenas remover o material que é de propriedade da Nintendo e disponibilizar todo o restante para a comunidade. De acordo com Scott Lininger e Mike Magee, responsáveis pelo malfadado tributo, toda a engine vai permanecer intacta e apenas os Moblins — inimigos clássicos da série Zelda — serão substituídos por triângulos.

Via: Zelda30Tribute (Facebook)

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.