Nintendo está cogitando o lançamento de filmes baseados em seus jogos

Por Redação | 24 de Agosto de 2015 às 12h08
photo_camera Divulgação

Enquanto adaptações de franquias renomadas dos games aparecem aqui e ali, a Nintendo permanece alheia a tudo isso como uma medida de proteção para suas próprias franquias. Mas esse pensamento parece estar prestes a mudar, pelo menos de acordo com Shigeru Miyamoto, um dos principais designers da empresa e criador de alguns dos personagens mais consagrados do mundo dos games. Para ele, os protagonistas e séries da “Big N” podem acabar ocupando um lugar muito maior no mundo do entretenimento.

Ele conta que, no passado, a empresa já recebeu muitas propostas de transformar suas séries em filmes, ou, então, criar produtos compartilhados, com jogos e adaptações cinematográficas sendo lançadas de forma simultânea. A empresa, porém, sempre foi relutante em embarcar nesse tipo de empreitada por acreditar que as mídias são bem diferentes entre si.

Para Miyamoto, por exemplo, a ideia de que games, um produto interativo, poderiam se tornar filmes, ou seja, um entretenimento passivo, não se encaixam tão bem assim. Com o passar do tempo, porém, a ideia de que as franquias da Nintendo possuem uma força absurda não apenas no mundo do entretenimento eletrônico, mas na cultura pop como um todo foi mudando essa abordagem e pode levar, no futuro, à criação de filmes e outros tipos de adaptações.

Não seria a primeira vez que isso acontece, claro. O próprio Miyamoto, no ano passado, lançou uma série de curtas-metragens animados baseados em Pikmin que foram categorizados como um experimento e chegaram a ser exibidos em cinemas selecionados no Japão. Além disso, claro, não tem como se esquecer da bomba que foi a adaptação cinematográfica de Super Mario Bros., que muitos apontam, inclusive, como o motivo por trás dessa recusa em trabalhar novamente com Hollywood.

A nova abordagem da Nintendo diante da crise pela qual passou nos últimos anos, porém, pode ter mudado esse pensamento. Miyamoto não entra nesse mérito, já que os aspectos financeiros do negócio nem mesmo parecem ser de sua alçada dentro da companhia, mas não dá para negar que licenciamento e o lançamento de produtos por terceiros é um ótimo caminho para se obter mais dinheiro e aproveitar ao máximo o potencial dos personagens.

Por outro lado, essa resistência também pode acabar resultando em um trabalho mais apurado junto aos estúdios responsáveis por possíveis adaptações. Recentemente, por exemplo, surgiram os rumores de que a Nintendo e a Netflix estariam se aliando para produção de um seriado baseado em Zelda, boatos que acabaram sendo negados. Com essa pegada, porém, os fãs e as próprias companhias responsáveis só têm a ganhar.

Fonte: Fortune

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.