Nintendo diz que não pretende lançar títulos anuais de suas principais franquias

Por Redação | 13 de Agosto de 2015 às 11h31

A Nintendo revelou que não tem a intenção de disponibilizar títulos anuais de suas amadas franquias, como Mario Kart, Super Smash Bros. e Zelda. Normalmente, a Big N se limita a lançar um título impactante por geração, ou seja, não existe a possibilidade de vermos um novo Mario Kart para Wii U, por exemplo.

O modelo adotado por renomadas produtoras de jogos, como a Activision com Call of Duty, Ubisoft com Assassin's Creed e Electronic Arts com FIFA vai contra a filosofia da Nintendo, que afirma que esse tipo de estratégia pode arruinar a experiência do jogador.

"Não temos a pretensão de anualizar as nossas franquias, não está em nossos planos lançar um Mario Kart por ano. O que tentamos inicialmente com o Wii U foi criar um game que realmente pudesse surpreender o jogador no decorrer das fases e que conseguisse ser apreciado por qualquer tipo de usuário", disse Scott Moffitt, chefe da divisão norte-americana da Nintendo, em entrevista ao site Examiner.

Para estender consideravelmente a longevidade de um produto, a estratégia da companhia japonesa é justamente disponibilizar conteúdo adicional para os títulos que já estão circulando no mercado. Os DLCs lançados periodicamente possibilitam ao jogador ter novas experiências com um jogo que ele já investiu dinheiro.

Contudo, embora a Nintendo não tenha estabelecido planos de transformar os seus principais mascotes em algo anual, Moffitt afirmou que existem, sim, algumas exceções à regra. "Se você olhar para a franquia Pokémon, nós lançamos vários jogos importantes para o Nintendo 3DS. Gostaríamos de dar aos fãs um produto dos monstros de bolso a cada ano, porém franquias como Mario Kart e Super Smash Bros. devem ter apenas uma versão que consiga durar durante todo o ciclo de vida da plataforma", comentou o executivo da divisão norte-americana.

Além disso, o que determina se uma franquia será anual ou não são as ideias de seus desenvolvedores. A implementação de mecânicas e ideias inovadoras é o que torna o jogo sempre novo para os fãs. Afinal, mudanças pequenas e pontuais não são motivos suficientes para produzir uma versão inédita.

Via: Examiner