Nintendo decide restringir transmissões ao vivo de seus jogos no YouTube

Por Redação | 03 de Outubro de 2017 às 07h45

A nova política da Nintendo quanto à transmissão ao vivo de seus jogos acaba de remover o YouTube da lista de serviços compatíveis para membros do Nintendo Creators Program, que já receberam um e-mail alertando-os sobre a mudança.

Segundo a Big N, "você não pode mais transmitir jogos ao vivo pelo YouTube a partir de sua conta no Nintendo Creators Program", e quem desejar transmitir suas partidas deve escolher uma outra plataforma compatível, ou desvincular sua conta ao Creators, que devolve ao usuário até 70% da renda de publicidade obtida durante a transmissão. Contudo, as transmissões pelo YouTube Gaming não devem ser afetadas, já que a companhia disse que essa plataforma "sai do radar do Nintendo Creators Program".

Legalmente, falando, a Nintendo tem direito de restringir a filmagem de seus jogos para exibição em plataformas online, reivindicando a receita desses vídeos. Vale lembrar que há mais de 3 anos a Amazon pagou US$ 970 milhões pela Twitch, plataforma conhecida por permitir esses streamings. Com a decisão da Nintendo, é capaz de muitos fãs ficarem decepcionados, mas a empresa está tomando esse cuidado para evitar que sua marca seja associada a problemas ocorridos durante algumas transmissões pelo YouTube.

Fonte: ARSTechnica

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.