Nintendo da Coreia do Sul demite boa parte de seus funcionários

Por Redação | 29 de Março de 2016 às 12h40
photo_camera Divulgação
TUDO SOBRE

Nintendo

O respeitado site sul-coreano GameMeca informou nesta terça-feira (29) que a Nintendo realizou a demissão de 10 funcionários de sua filial na Coreia do Sul. De acordo com a publicação, a divisão criada em 2006 contava com apenas 60 funcionários e, a partir de agora, deixa de ser uma subsidiária e passa a ser somente distribuidora do conteúdo da Big N no país asiático.

Ainda conforme a reportagem, o presidente da Nintendo na Coreia do Sul, Hiroyuji Fukuda, permanece no cargo. A agora ex-subsidiária sul-coreana da Big N já chegou a contar com 100 funcionários em 2011 e, após as demissões, conta apenas com a metade disso. Ao que tudo indica, os cortes partiram diretamente do atual presidente da Nintendo, Tatsumi Kimishima, após análise do mercado regional e da baixa lucratividade da empresa – fator crucial para a redução das operações lá do outro lado do mundo.

Vale lembrar que a Nintendo da Coreia jamais chegou a lançar o Wii U no país, mantendo seus esforços em torno do Wii e do 3DS. Porém, como ambos os consoles apresentam trava de região, manter grandes operações no país asiático deve ter se tornado caro demais diante de uma lucratividade restrita.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Fonte: GameMeca

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.