NES Classic vendeu cerca de 200 mil unidades em um mês

Por Redação | 16 de Dezembro de 2016 às 20h30
photo_camera Divulgação

O NES Classic Edition foi um sucesso de vendas em seu lançamento, criando lista de espera e diversos compradores pagando mais que o seu preço original de US$ 60 em sites como eBay para ter a sua unidade de console retrô. Segundo um levantamento, foram quase 200 mil consoles vendidos.

A Nintendo ainda não deu números oficiais sobre a venda do console, mas segundo a NPD, consultoria que monitora o varejo norte-americano, a Nintendo realizou a remessa de 196 mil unidades do videogame de 11 de novembro até o final do mesmo mês.

Os números da Nintendo chegam em um ano de declínio para os consoles, já que os nomes mais conhecidos deste mercado, como Xbox One e Playstation 4 tiveram um revés de 35% em suas vendas comparando os primeiros 11 meses de 2016 com 2015. Entretanto, vale ressaltar que o NES Classic Edition, custando US$ 60, é baratíssimo comparado com os consoles da Microsoft e Sony, que estão na casa dos US$ 300.

O detalhe é que, no geral, a Nintendo também não tem do que reclmamar, já que o 3DS registrou seis meses de crescimento em suas vendas, e o ritmo acelerou ainda mais nas últimas semanas, desde que os novos jogos da franquia Pokémon, Sun & Moon, foram lançados. Números oficiais ainda não foram lançados, mas ambos os títulos entraram no ranking de mais vendidos em games, ocupando a terceira e quarta colocação, atrás apenas dos favoritos Call of Duty: Infinite Warfare e Battlefield 1.

O sucesso da Nintendo com seus últimos produtos, incluindo do game mobile Super Mario Run lançado esta semana, coloca ainda mais os holofotes em cima da companhia para seu próximo lançamento, o Nintendo Switch, que terá sua apresentação oficial no dia 13 de janeiro e chegará ao mercado em março.

O NES Classic Edition conta com 30 grandes clássicos instalados na memória e saída de vídeo HDMI, embora os jogos não sejam em alta definição. A Nintendo não tem representação no Brasil, portanto, só importando para ter um por aqui.

Fonte: TechCrunch

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.