Mais de 500 mil credenciais de jogadores de Call of Duty vazam na internet

Por Felipe Demartini | 22 de Setembro de 2020 às 11h33
(Imagem: Divulgação/Activision)
Tudo sobre

Activision

Saiba tudo sobre Activision

Ver mais

As credenciais de 500 mil jogadores de Call of Duty teriam vazado na internet, em uma brecha que começou a dar as caras no domingo (20). As informações vazadas incluiriam logins e senhas de acesso aos serviços da Activision, empresa que distribui o título, e estariam sendo utilizadas por hackers no roubo de contas no game, principalmente aquelas de jogadores de alta habilidade, que teriam grande valor de revenda para os criminosos.

Os detalhes sobre o caso ainda são escassos, mas influenciadores e jornalistas de sites focados em Call of Duty e eSports confirmaram o vazamento. Além disso, em redes sociais como o Reddit, já começam a se acumularem os relatos de usuários que tiveram suas contas invadidas, enquanto a própria Activision afirmou não ter identificado nenhum tipo de intrusão a seus sistemas, negando um vazamento de dados de seus usuários.

Da empresa, a única recomendação é para que os usuários possivelmente afetados busquem medidas para proteger as próprias contas. A Activision afirma que qualquer alteração feita nos perfis gera o envio de alertas para o e-mail cadastrado, mesmo quando envolver uma troca do endereço eletrônico, e qualquer mudança não realizada deve ser encarada como uma possível invasão, com a indicação de procedimentos de segurança para recuperação e melhoria da segurança.

Entre as dicas estão o uso de senhas fortes e aleatórias, que não tenham sido utilizadas em outras plataformas, e pedidos para que os usuários não façam login em dispositivos compartilhados ou públicos. Além disso, a Activision pede que os usuários não emprestem suas contas nem participem do comércio ilegal de perfis — justamente o tipo de mercado que teria fomentado a invasão a seus sistemas em primeiro lugar.

Enquanto os reflexos do suposto vazamento de credenciais continuam a se desenrolarem, a distribuidora também vem sendo criticada pela ausência da autenticação em duas etapas nos seus sistemas. Senhas complexas e exclusivas, bem como as outras indicações de segurança dadas, são inúteis quando as credenciais completas vazam na internet, como teria acontecido agora, com a única medida de defesa dos usuários sendo a troca de suas senhas para uma que não esteja no volume que teria sido publicado na internet.

Sendo real ou não, o vazamento já está gerando problemas adicionais. Pelo Twitter, aproveitadores estão entrando em contato com usuários que alegam terem suas contas comprometidas oferecendo ajuda e pedindo as credenciais de uma conta ainda ativa (que também acaba sendo furtada por conta disso). A recomendação para os jogadores atingidos é que busquem o suporte da Activision para relatar o caso e troquem imediatamente suas senhas para uma diferente, de forma a invalidar a presença em um eventual volume publicado.

Fonte: Forbes

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.