Os lançamentos de jogos mais aguardados para julho de 2020

Por Felipe Demartini | 01 de Julho de 2020 às 09h39
Sony

O mês de julho é de férias, ou seria, se o nosso calendário não tivesse virado de cabeça para baixo por causa da pandemia do novo coronavírus. E enquanto escolas estudam a retomada das aulas e o comércio reinicia suas atividades, ainda com a pandemia em vento em popa, o mercado de games também começa a demonstrar sinais de aceleração, com uma agenda mais recheada do que muitos esperavam.

Chama a atenção, inclusive, a quantidade de exclusivos alocados em um único mês, com nada menos do que dois games dedicados ao PlayStation 4 e um terceiro no Switch sendo alguns dos maiores lançamentos de julho. Ainda temos o retorno de grandes franquias em novas e antigas versões, além da volta da Fórmula 1 nos games coincidindo com o retorno da categoria nas pistas reais.

Confira a seguir a lista com os lançamentos de jogos mais aguardados para julho de 2020.

1. Marvel’s Iron Man VR (03/07)

A sua chance de vestir a armadura do Homem de Ferro da forma mais próxima possível da realidade será dada pela conexão entre o PlayStation 4 e o PS VR. No novo game da Casa das Ideias, um exclusivo para a plataforma da Sony, assumimos o posto do herói em uma ação claramente inspirada nos filmes que vimos tantas vezes nos cinemas, mas com adições próprias que somente um game poderia trazer.

Quem testou o título em eventos como a Brasil Game Show, por exemplo, sabe que Iron Man VR é capaz de entregar. Ainda que tenhamos desafios simples e um enredo desconectado do Universo Cinematográfico da Marvel, a sensação propiciada pela mistura do som com as imagens em realidade virtual é daquelas que promete deixar qualquer fã do herói satisfeito.

Marvel’s Iron Man VR chega em 3 de julho e é exclusivo para o PS4, podendo ser jogado apenas por quem possui o PlayStation VR.

2. Bloodstained: Curse of the Moon 2 (10/07)

Anunciado de surpresa durante o ciclo de eventos que substitui a E3 2020 e está acontecendo ao longo dos últimos meses, o novo spin-off marca o retorno da série que trouxe Koji Igarashi de volta aos holofotes — um lugar que, para muitos, ele nunca saiu de verdade. Com gráficos ao melhor estilo Nintendinho e uma jogabilidade retro como a que consagrou o criador, a ideia da sequência é expandir conceitos, mas mantendo o mesmo estilo do original.

Novos personagens com diferentes estilos de combate são adicionados, assim como diferentes possibilidades espalhadas pelo cenário. Porém, foram mantidos o estilo simples e instigante do primeiro Curse of the Moon, bem como as opções de dificuldade que abraçam tanto veteranos do gênero quanto aqueles que estão apenas começando ou desejam uma experiência que não seja absolutamente desafiadora, como apenas Iga é capaz de entregar.

Bloodstained: Curse of the Moon 2 estará disponível para PC, PlayStation 4, Switch e Xbox One.

3. Deadly Premonition 2: A Blessing in Disguise (10/07)

Outra sequência inusitada, também de um criador japonês cultuado, traz de volta uma franquia de horror e investigação peculiar por si só. Quem ouviu a música do assobio jamais se esqueceu e agora poderá escutá-la de novo com o retorno do detetive Francis York Morgan e suas investigações (e comportamento) bizarros.

A protagonista da vez é a agente do FBI Aaliyah Davis, que reabre um antigo caso misterioso resolvido pelo personagem do primeiro jogo, 14 anos antes. Suas histórias se entrelaçam em meio ao estilo bem peculiar de produção do diretor Hidetaka Suehiro, que não esconde sua animação em retornar à franquia 10 anos depois do lançamento original.

Deadly Premonition 2: A Blessing in Disguise é exclusive do Nintendo Switch.

4. F1 2020 (10/07)

As coisas não dariam tão certo se fossem planejadas para serem desta maneira. A temporada da Fórmula 1 retorna neste final de semana, de maneira limitada, e na próxima terça (10) também chega aos games de uma forma que não veremos na vida real, com todas as pistas da competição completa e os circuitos estreantes que, infelizmente, tiveram de ficar para 2021 por causa da pandemia do novo coronavírus.

Entre a reprodução completa de pilotos, pistas e do circo da competição, F1 2020 traz como grande novidade: o modo My Team. Pela primeira vez, em vez de iniciar sua carreira excluindo um dos atletas atuais, o jogador poderá criar sua própria escuderia e competir ao lado das originais da temporada, cuidando não apenas do desempenho nas pistas, mas também da relação com patrocinadores, desenvolvimento técnico, contratações de companheiros e declarações à imprensa.

F1 2020 terá versões para Xbox One, PC e PlayStation 4. Uma edição especial tem Michael Schumacher como centro do conteúdo retro, com carros e pistas do passado da competição e momentos da carreira do piloto.

5. Ghost of Tsushima (17/07)

O exclusivo que, para muita gente, fecha o ciclo de jogos dedicados ao PlayStation 4 está mais próximo do que nunca. Antes mesmo de os fãs superarem a nuvem de lágrimas de The Last of Us Parte II, seguimos para uma jornada completamente diferente na pele do último samurai da ilha que dá nome ao game, que assume a alcunha de fantasma devido a seu estilo furtivo e violento de ser.

Estamos no Japão feudal e em pleno ápice da invasão mongol ao país. Enquanto as táticas militares do inimigo pegam a nação ainda baseada no tradicionalismo de surpresa, Tsushima acaba se tornando a última barreira de defesa antes de o exército oponente chegar à área continental do país. Jin Sakai se vê como a última esperança de sua terra.

Ghost of Tsushima é exclusivo do PlayStation 4.

6. Paper Mario: The Origami King (17/07)

A cultura japonesa também é tema no exclusivo de julho para o Nintendo Switch, mas de maneira completamente diferente. Aqui, uma das subfranquias mais simpáticas do encanador mais famoso do mundo assume ares de criatividade e o velho estilo de RPG casual pelas mãos da Intelligent Systems, que já trabalhou nos games anteriores da franquia.

Na história, o King Olly mais uma vez quer controlar o mundo começando pelo castelo da Princesa Peach. O problema é que, desta vez, ele também dominou o exército do Bowser, o que leva o clássico vilão a unir forças com Mario para aprender origami e libertar todo mundo, em um game que traz referências a clássicos da empresa, segredos escondidos e poderes baseados na habilidade de dobrar papel.

Paper Mario: Origami King é um exclusivo do Switch.

7. Rock of Ages 3: Make & Break (21/07)

A proposta do game da ACE Team é promover um passeio por lendas e períodos históricos, mas de um jeito bem diferente e com muita destruição. Rock of Ages é uma franquia relativamente desconhecida, mas que está na ativa há cerca de uma década com um estilo bem peculiar, com foco na física e no combate entre grandes rochedos (ou peças gigantes de queijo) e soldados e estruturas de concreto.

É uma abordagem meio inusitada ao estilo tower defense, com um jogador sendo o responsável por controlar o pedregulho e outro impedir o avanço até sua base. O computador pode assumir esse papel caso o usuário queira jogar sozinho, enquanto as principais novidades de Make & Break, além das customizações de cenário que o título já indica existirem, são a jogabilidade de tela dividida e o suporte para até quatro pessoas ao mesmo tempo na arena.

Rock of Ages 3: Make & Break terá versões para PC, Xbox One, PS4 e Switch. Você pode conhecer um pouco mais do jogo em uma prévia publicada no Canaltech.

8. Destroy All Humans! (28/07)

Esta é mais uma comemoração de um mês de julho que traz um monte de nomes clássicos de volta. E novamente estamos falando de uma franquia não necessariamente megapopular, mas adorada entre os seus, que sentiam falta do estilo trash e divertido desta invasão alienígena no melhor estilo Marte Ataca!.

Como o nome já diz, o objetivo aqui é destruir todos os humanos e, para fazer isso em plenos anos 1950, o jogador deve usar artimanhas que vão desde lasers destruidores e discos voadores com alto poder de fogo até sistemas de controle da mente, monstros gigantes e vacas. Vale tudo para dominar o planeta e derrubar a maior ameaça de qualquer força estrangeira, seja de dentro ou de fora da Terra: o governo dos Estados Unidos.

Além do PC, Destroy All Humans! terá versões para PS4 e Xbox One.

9. Grounded

Em um mês cheio de exclusivos, é claro que a Microsoft não ficaria sem o seu. A empresa fecha julho com a ação cooperativa da Obsidian Entertainment, responsável por títulos como Fallout: New Vegas, Pillars of Eternity e tantos outros. Aqui, porém, a pegada é um pouco diferente e, já que estamos no tema, também lembra muito a trasheira de tempos passados.

No controle de crianças que são reduzidas ao tamanho de formigas, o objetivo do game é sobreviver às ameaças do jardim de casa e encontrar recursos enquanto buscam uma maneira de voltar à forma original e entender exatamente o que aconteceu. No caminho, aranhas, joaninhas e abelhas representam uma ameaça literalmente enorme.

Grounded será lançado para PC e Xbox One, ainda em early access, com versão completa marcada para chegar em 2021.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.