Jogadores visitam o mesmo planeta em No Man's Sky e acabam com rumor multiplayer

Por Redação | 09 de Agosto de 2016 às 20h16

Toda a premissa em torno de No Man’s Sky gira em torno de explorar um universo que beira o infinito. Como o game é procedural, ele cria o cenário de maneira quase aleatória, o que faz com que cada planeta seja único e completamente diferente daquele que seus amigos vão encontrar. Quer dizer, quase isso, já que não demorou nem mesmo 24 horas do lançamento do jogo para que as pessoas acabassem pousando no mesmo planeta.

O curioso episódio aconteceu quando um jogador identificado como TheSadCactus acabou chegando em um planeta que já havia sido visitado por outra pessoa, no caso o usuário chamado Psytokat. Diante da coincidência, ele acabou enviando uma mensagem para o jogador combinando de se encontrarem em um ponto específico da galáxia. E, mais do que isso, eles decidiram transmitir esse belo encontro pelo Twitch na tentativa de mostrar ao mundo o que aconteceria quando duas pessoas sincronizam suas ações no universo de No Man’s Sky.

E a resposta foi: nada. Ainda que a ideia de que a galáxia do game não seja tão infinita assim possa frustrar quem tinha esperanças de que isso fosse realmente possível, a brincadeira da dupla serviu para acabar com essa dúvida que permanecia em torno do jogo até agora. A partir de uma enorme coincidência, eles mostraram que o título que deixou todo mundo enlouquecido realmente não traz nenhum elemento multiplayer, com exceção das informações sobre descobertas que são enviadas para outras pessoas. Em outras palavras, você não vai conseguir marcar aquela viagem com o seu amigo para os confins do universo como muitos esperavam.

No Man's Sky

Jogadores sincronizaram movimentos e visitaram o mesmo planeta, mas não se encontraram

Isso era algo que a própria Hello Games já tinha antecipado. A empresa vem descartando a existência de algum tipo de multiplayer desde que o jogo foi anunciado. Em entrevistas realizadas em 2014, por exemplo, o designer chefe de No Man’s Sky, Sean Murray, já tinha dito que não teríamos um modo para vários jogadores e, em várias outras oportunidades, seguiu dizendo que era para os jogadores não terem esperanças de verem isso acontecer no game final. Pois o título foi lançado e o pessoal seguiu na expectativa de encontrar pelo menos algum tipo de interação entre os exploradores. Não demorou nem um dia para que toda essa espera se mostrasse inútil.

Já em relação à coincidência de dois jogadores caírem no mesmo planeta, isso não chega a ser nenhum grande absurdo. É claro que a premissa do jogo é trazer mundos cada vez mais diferentes e muita gente realmente acreditava que esse infinito faria com que você nunca visse nada igual, mas a possibilidade de você encontrar um planeta já visitado por outra pessoa é um dos charmes do game — principalmente porque você pode batizar os lugares e as espécies não catalogas que você encontrar.

Via: Kotaku

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.