Homem é preso após ameaçar funcionários da Blizzard

Por Redação | 22.07.2016 às 16:35

Um júri federal dos Estados Unidos decretou a prisão preventiva de Stephen Cebula, 28, acusado de realizar ameaças à funcionários da empresa de games Blizzard Entertainment, com sede na Califórnia. Cebula foi preso na cidade americana de Sacramento após transmitir mensagens online com ameaças à empresa. De acordo com documentos oficiais, o homem teria afirmado que faria uma visita para a companhia.

Dados da Justiça mostram que o homem afirmou, entre os dias 02 de julho e 03 de julho, que "poderia visitar [a Blizzard] com uma AK47, entre algumas outras 'ferramentas divertidas'". Cebula também poderia causar perturbação na sede da empresa na Califórnia em uma AK47 algumas outras "ferramentas oportunistas". Com tais ameaças, o suspeito foi preso em 12 de julho e está sob custódia. Seu indiciamento deverá acontecer no dia 26 de julho.

Os procuradores Heiko Coppola e Owen Roth auxiliarão no julgamento do caso. Se condenado, Cebula enfrentará uma pena máxima de cinco anos de prisão e uma multa de US$ 250 mil. No entanto, qualquer sentença será determinada depois que o tribunal considerar todos os fatores legais aplicáveis e as normas federais de condenação, que levam em conta uma série de variáveis. Até o momento, as acusações são apenas alegações.O réu é presumido como inocente até que seja comprovado sua culpa.

Esta não é a primeiro vez que uma empresa de jogos tem de lidar com ameaças de morte. Recentemente, em maio, o estúdio Hello Games foi ameaçado após adiar a data de lançamento de No Man’s Sky.

Via Departamento de Justiça dos Estados Unidos