Homem é preso após ameaçar funcionários da Blizzard

Por Redação | 22 de Julho de 2016 às 16h35

Um júri federal dos Estados Unidos decretou a prisão preventiva de Stephen Cebula, 28, acusado de realizar ameaças à funcionários da empresa de games Blizzard Entertainment, com sede na Califórnia. Cebula foi preso na cidade americana de Sacramento após transmitir mensagens online com ameaças à empresa. De acordo com documentos oficiais, o homem teria afirmado que faria uma visita para a companhia.

Dados da Justiça mostram que o homem afirmou, entre os dias 02 de julho e 03 de julho, que "poderia visitar [a Blizzard] com uma AK47, entre algumas outras 'ferramentas divertidas'". Cebula também poderia causar perturbação na sede da empresa na Califórnia em uma AK47 algumas outras "ferramentas oportunistas". Com tais ameaças, o suspeito foi preso em 12 de julho e está sob custódia. Seu indiciamento deverá acontecer no dia 26 de julho.

Os procuradores Heiko Coppola e Owen Roth auxiliarão no julgamento do caso. Se condenado, Cebula enfrentará uma pena máxima de cinco anos de prisão e uma multa de US$ 250 mil. No entanto, qualquer sentença será determinada depois que o tribunal considerar todos os fatores legais aplicáveis e as normas federais de condenação, que levam em conta uma série de variáveis. Até o momento, as acusações são apenas alegações.O réu é presumido como inocente até que seja comprovado sua culpa.

Esta não é a primeiro vez que uma empresa de jogos tem de lidar com ameaças de morte. Recentemente, em maio, o estúdio Hello Games foi ameaçado após adiar a data de lançamento de No Man’s Sky.

Via Departamento de Justiça dos Estados Unidos

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.