Grupo de hackers chineses que pirateava jogos para PC encerrará suas atividades

Por Redação | 10.02.2016 às 10:26
photo_camera Divulgação

O 3DM, um dos grupos hackers mais conhecidos no mundo e responsável por piratear diversos jogos de computador, anunciou que está encerrando suas atividades.

Segundo informações do TorrentFreak, os chineses do 3DM divulgaram um comunicado oficial em seu blog afirmando que não vão mais efetuar o crackeamento de títulos para PC durante pelo menos um ano, sob a justificativa de que pretendem avaliar se, com essa "pausa", as vendas de games para a plataforma serão afetadas de forma significativa. Com isso, o grupo quer verificar se crackear jogos de PC ainda é uma atividade lucrativa.

"Nós acabamos de ter uma reunião interna. A partir do Ano Novo Chinês, a 3DM não vai mais providenciar o crack de jogos single-player", informou a líder e fundadora do grupo hacker, conhecida como "Bird Sister". "Nós vamos dar uma olhada na situação no final do ano para ver se houve um aumento genuíno no número de vendas", disse. Lembrando que o Ano Novo Chinês começou dia 8 de fevereiro e dura até 27 de janeiro de 2017.

Embora não tenha divulgado mais detalhes sobre o que teria motivado sua saída do mercado de jogos piratas, o 3DM já vinha mostrando sinais de frustração desde o final do ano passado, quando os hackers tentaram burlar a segurança de Just Cause 3. Sem sucesso: o game utiliza uma tecnologia antipirataria da empresa austríaca Denuvo e tem se mostrado bastante eficiente até então, uma vez que o título da Square Enix ainda não foi crackeado.

Anteriormente, os chineses já tinham enfrentado dificuldades para crackerar FIFA 16, que ainda não possui crack, e Dragon Age: Inquisition, que levou um mês para ser pirateado. Outro título da Square Enix, Rise of the Tomb Raider, lançado no final de janeiro para PC, também não foi crackeado. Estes três games utilizam a tecnologia da Denuvo.

Há cerca de um mês, Bird Sister também alertou que, caso as companhias continuem desenvolvendo serviços mais robustos de criptografia (como o de Just Cause 3), a pirataria de jogos para PC deve acabar dentro dos próximos dois anos. Uma previsão um tanto ousada, visto que o mercado pirata para PC ainda tem uma ampla comunidade - o 3DM é apenas um dos vários grupos hackers que atua nesse segmento. No entanto, a retirada do 3DM dessa "indústria", mesmo que temporariamente, pode trazer novos rumos para o pirateamento de games para a plataforma.

Fonte: TorrentFreak