Garoto que descobriu falha na Steam não irá mais colaborar com a Valve

Por Redação | 08 de Abril de 2016 às 14h40

Depois de invadir o serviço de jogos Steam e lançar um jogo sem que a Valve soubesse, um jovem de 16 anos afirmou que não irá mais ajudar a empresa a descobrir problemas de segurança em seu serviço, pois ela não dá o reconhecimento devido aos seus contribuidores.

Segundo Ruby Nealon, existem mais falhas na Steam que a empresa sequer sabe que existem. No entanto, devido ao suposto descaso da Valve para com quem descobre as vulnerabilidades, ele decidiu que não irá mais colaborar com a empresa. “Eu não vou mais ficar procurando bugs para a Valve porque há muitas companhias que apreciam o tempo e o esforço empregado por pesquisadores de segurança”, declarou o Nealon. O jovem falou também que tentou por várias vezes convencer a Valve a dar atenção à falha que ele havia descoberto.

Depois de lançar o jogo Watch Paint Dry sem conhecimento da Valve, a fim de alertá-la sobre o problema, o jovem revelou outra falha que permitia sequestrar uma autenticação administrativa por meio da página de configurações da Steam, deixando uma brecha para que cibercriminosos controlassem a plataforma inteira. Mesmo com a descoberta, a Steam recusou-se a colocar o nome do garoto entre os melhores contribuidores de segurança da empresa, pois a Valve alegou que esse espaço é apenas para contribuidores regulares.

Nealon também chamou a atenção para o fato da Valve não ter nenhum programa de recompensa para contribuidores, diferentemente de empresas como o Google, que destina parte de seu orçamento para pagar aqueles que ajudam a descobrir falhas em seus serviços.

Via ArsTechnica

Instagram do Canaltech

Acompanhe nossos bastidores e fique por dentro das novidades que estão por vir no CT.