Garoto de 11 anos compra jogo usado e recebe pacote com metanfetamina

Por Redação | 10.05.2017 às 10:51

Poderia ser o roteiro de um episódio de Breaking Bad, mas aconteceu na vida real: um garoto de 11 anos descobriu um pacote com 6 gramas de metanfetamina ao abrir a embalagem de GTA V - jogo usado que sua mãe comprou em uma unidade das lojas GameStop, nos Estados Unidos.

Kayla McAllister denunciou o absurdo em seu perfil no Facebook, contando que foi à loja de Tallahassee (capital do estado da Flórida) para trocar games que seu filho já não queria mais por títulos mais novos. Somente ao chegar em casa, descobriu que dentro da embalagem havia um saquinho com conteúdo suspeito. Foi o garoto quem fez a descoberta, e a mãe fez questão de dizer que “claramente o jogo não foi devidamente inspecionado pela loja e por causa desse descuido eu poderia ter perdido um filho”. Contudo, o garoto imediatamente mostrou a substância para sua mãe, perguntando o que seria aquilo (e, assim, evitando uma possível tragédia).

O site Kotaku confirmou a história, tendo acesso ao boletim de ocorrência que foi aberto junto às autoridades locais. Nele, vemos a confirmação de que a substância contida naquela embalagem plástica era, de fato, metanfetamina.

O pior de tudo é que essa não é a primeira vez que a GameStop foi acusada de ter distribuído jogos usados contendo narcóticos escondidos em suas embalagens. Em setembro do ano passado, outro pré-adolescente de 11 anos encontrou a mesma droga após comprar um game na unidade do estado da Louisiana.

Em resposta, a empresa declarou ao Kotaku que estão “desapontados em ouvir sobre a experiência que seus consumidores tiveram ao comprar jogos usados”. “Nós trabalhamos diligentemente para garantir a qualidade desses itens como se fossem novos. Infelizmente, nessa circunstância, nosso processo falhou. Estamos extremamente preocupados com esse incidente, e estamos trabalhando com a polícia local para apoiá-los em suas investigações”, completou o porta-voz.

Fonte: Kotaku