Fãs criam remake de Resident Evil 2 usando Unreal Engine 4

Por Redação | 22 de Julho de 2015 às 09h13

Já que a Capcom não ouve os apelos da comunidade, os próprios fãs decidiram correr atrás e fazer seu próprio remake de Resident Evil 2. E, depois de muito tempo trabalhando em torno do projeto, eis que as primeiras imagens de como o game está ficando foram reveladas e mostram que já podemos comemorar.

Batizado de Resident Evil 2: Reborn, o jogo utiliza a Unreal Engine 4 para recriar os cenários do título de 1998 com visuais atualizados. E essa nova versão de Raccoon City está realmente de encher os olhos, com direito a modelos 3D totalmente refeitos, efeitos de partículas, uma iluminação mais realista, além de melhorias significativas tanto nas texturas quanto nas animações.

Mais do que isso, os dois vídeos liberados pela equipe responsável pelo remake também mostram o que mudou em termos de jogabilidade. Se o game clássico trazia a velha câmera fixa e a movimentação em tanque, a nova versão já se aproxima daquilo que vimos nos jogos mais recentes da série, com uma câmera mais próxima dos ombros do protagonista e com total liberdade para explorar e se movimentar pelos cenários.

As cenas liberadas focam a ação em Leon, um dos protagonistas de Resident Evil 2, colocando o personagem para enfrentar os zumbis tanto nas ruas desoladas da cidade quanto dentro da icônica delegacia. O que mais chama a atenção, contudo, não é apenas o belo trabalho de reconstrução desses ambientes, mas o clima obtido. Tudo é muito sombrio e opressor, ajudando a criar a tensão necessária para o game.

Resident Evil 2: Reborn está sendo desenvolvido pelos italianos da Invader Games e a promessa é que o título seja lançado já nos próximos meses. Segundo o estúdio independente, a ideia é liberar o game para download no fim do verão norte-americano, ou seja, até meados de setembro.

Os desenvolvedores ainda afirmam que a ideia do remake é apenas agradar aos fãs da série e que não há nenhuma intenção de lucrar em cima disso. Segundo eles, o título está sendo produzido há mais de dois anos e apenas recentemente eles adotaram a Unreal Engine 4 como motor gráfico principal. Até então, eles estavam usando o Unity.

A Capcom ainda não comentou sobre o assunto, o que faz com que o futuro de Reborn continue sendo uma grande incógnita — e não seria nenhuma surpresa vermos o projeto tendo de ser cancelado a qualquer momento por violações de direitos autorais.

De qualquer forma, este remake de Resident Evil 2 vem sendo aguardado com bastante expectativa pelos fãs da franquia por uma série de razões. Mesmo não sendo um game oficial, ele parece estar seguindo um ótimo caminho na hora de recriar um dos títulos mais populares e queridos da série — ou seja, do jeito que todos esperam. E, se a Capcom não dá ouvidos aos apelos da comunidade, os próprios jogadores dão um jeito de corrigir isso.

Ainda assim, as esperanças de um remake de verdade ainda existem. No início deste ano, a Capcom trouxe aos consoles a remasterização do primeiro Resident Evil e isso fez muita gente imaginar que os demais títulos iriam receber tratamento semelhante. E, enquanto isso não acontece, seguimos torcendo pelo lançamento de Reborn.

Via: Eurogamer

Canaltech no Facebook

Mais de 370K likes. Curta nossa página você!