Electronic Arts decide fechar Visceral Games, que trabalhava em novo Star Wars

Por Redação | 18 de Outubro de 2017 às 12h24

A Electronic Arts anunciou nesta semana o fechamento da Visceral Games, responsável desde 1998 por criar diversos games, como Dead Space, Future Cop: LAPD, The Lord of the Ring: The Return of the King e James Bond 007: Everything or Nothing. O fechamento do estúdio também resultará na provável demissão de Amu Hennig, famoso game designer que já trabalhou em projetos como Uncharted e Legacy of Kain: Soul Reaver.

Como justificativa, a EA disse que a evolução da indústria de games demanda mudanças constantes e desenvolver experiências que sejam condizentes com o que os jogadores procuram. "Nossa indústria está evoluindo de forma mais rápida e dramática do que nunca", afirmou a companhia. "Os jogos com os quais queremos jogar e passar o tempo, as experiências que queremos ter nos jogos e a forma como jogamos... tudo isso está mudando continuamente. Assim como os jogos são feitos. Neste espaço de rápido movimento, estamos sempre focados em criar experiências que nossos jogadores querem jogar... e hoje isso significa que estamos fazendo uma mudança significativa com um dos nossos próximos títulos".

Dead Space foi um dos games mais emblemáticos desenvolvidos pela Visceral Games, tendo sido criado três títulos da franquia. Após Dead Space 3, o estúdio trabalhou na criação de Army of Two: The Devil’s Cartel e de Battlefield Hardline. Até o fechamento das portas, a equipe do estúdio desenvolvia o próximo game da série Star Wars.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

"A Visceral estava desenvolvendo um título de ação-aventura ambientado no universo Star Wars. Em sua forma atual, ele estava moldando um jogo de aventura linear, baseado na história. Ao longo do processo de desenvolvimento testamos o conceito do game com jogadores, ouvindo o feedback sobre o que e como eles queriam jogar e acompanhando de perto as mudanças fundamentais do mercado. Tornou-se claro que, para entregar uma experiência que os jogadores queiram voltar e aproveitar por um longo tempo, precisávamos mudar o design", explicou Patrick Söderlund, vice-presidente da EA.

A responsabilidade pela continuação da produção do novo game de Star Wars ficará por conta da EA Vancouver, que receberá auxílio de outros estúdios. Com isso, o lançamento do jogo deve ser adiado e uma nova data deve ser anunciada em breve.

Fonte: Electronic Arts

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.