Com foco no multiplayer, Metal Gear Survive é o novo game da série pós-Kojima

Por Redação | 17.08.2016 às 11:23

Não demorou nada para que a Konami trouxesse o primeiro game da série Metal Gear após a saída do diretor Hideo Kojima. Aproveitando o primeiro dia de Gamescom, a empresa pegou todo mundo de surpresa ao anunciar Metal Gear Survive, um game bem diferente daquele que os fãs da série estavam acostumados a ver na franquia, com uma pegada mais voltada ao multiplayer e com direito até mesmo a um tipo de zumbi tecnológico.

Como muitos já tinham imaginado que aconteceria, o título deixa de lado a profundidade que a série sempre trouxe para abraçar algo mais focado na ação. O curioso é que, para isso, a Konami encontrou uma forma de levar os personagens para um universo alternativo para que eles enfrentem um tipo de morto-vivo. Tanto que o trailer de anúncio lembra muito algumas temporadas de The Walking Dead, com os protagonistas tentando defender uma base enquanto acabam com as ameaças com tiros e flechas. Diante disso, o estranhamento dos fãs de Metal Gear é mais do que compreensível.

De acordo com o site IGN, Metal Gear Survive se passa após os eventos de Metal Gear Solid V: Ground Zeroes, quando a Mother Base é destruída. A ideia é mostrar o que aconteceu com os soldados da Militaires Sans Frontières após a fuga de Big Boss. Pois o trailer nos mostra que esses sobreviventes acabaram sendo engolidos por uma espécie de buraco de minhoca que os levou para uma realidade alternativa onde existem uns estranhos tipos de zumbi, descritos como “ameaças biológicas”. Porém, no fim do vídeo, é possível ouvir o que parece ser um Metal Gear.

Como o próprio trailer já revela, o foco por aqui é o multiplayer. O jogo se baseia em uma jogabilidade cooperativa em que até quatro jogadores se unem para enfrentar essas estranhas ameaças. Para isso, eles contarão com novas armas e vários elementos retirados da própria série principal, como o foco dado ao stealth. De acordo com a Konami, essa sobrevivência terá de ser feita ao estilo Metal Gear. Segundo o presidente da Konami Europa, Tomotada Tashiro, a ideia é dar um novo ar para esse tipo de mecânica, adaptando-a ao cooperativo para criar uma melhor experiência multiplayer.

Isso tudo faz com que Metal Gear Survive se torne um análogo da Konami para Umbrella Corps, que adotou a mesma estratégia para Resident Evil. No caso da série da Capcom, a ideia de levar um multiplayer cooperativo para a série de terror não deu muito certo e acabou sendo massacrado pela crítica e pelo público. Vamos torcer que, com Metal Gear, as coisas sejam um pouco diferentes.

Depois de um 2015 muito conturbado, o diretor Hideo Kojima encerrou sua parceria com a Konami no último mês de dezembro e, pouco tempo depois, anunciou que seu novo estúdio iria trabalhar em conjunto com a Sony no desenvolvimento de uma nova franquia. Durante a última E3, o produtor apareceu durante a conferência da empresa para anunciar Death Stranding, seu próximo grande projeto.

Metal Gear Survive chega para PlayStation 4, Xbox One e PC em 2017, mas sem data definida. O game utiliza a mesma FOX Engine usada nos títulos principais da franquia, o que garante os mesmos visuais bem detalhados que vimos em Ground Zeroes e The Phantom Pain.

Via: IGN, VG24/7