Cocriador do Counter-Strike foi detido por pagar menor de idade por sexo

Por Redação | 07 de Fevereiro de 2018 às 10h00
Captura de tela/Twitch

O cocriador do Counter-Strike, Jess Cliffe, foi detido pela polícia de King County, em Washington, sob acusação de abuso de uma menor de idade. Cliffe, de 36 anos, teria pago a uma garota de 16 anos por sexo e ainda gravado o ato contra a vontade da menor.

O caso vem sendo investigado desde maio do ano passado. De acordo com o relatório da polícia, que conta com o depoimento da menor, ele teria pago por sexo três vezes entre os meses de abril e junho. A menor de idade conta que recebeu US$ 300 por hora.

O advogado do empresário contou em audiência na última sexta-feira (02) que Cliffe não sabia que a garota tinha apenas 16 anos, apesar de ter confirmado que o pagamento pelo ato de fato aconteceu, contando ainda que eles se conheceram em um site adulto. A garota, no entanto, diz que não sabia se ele estava ciente da sua idade ou não.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Ela ainda contou à polícia que Cliffe gravou o ato contra sua vontade e que sentiu medo de continuar negando. O relatório conta que a garota sentiu medo de ser prejudicada de alguma forma ou ser violentada ou morta devido a casos similares que já aconteceram em encontros de prostituição.

A polícia encontrou o perfil de Cliffe no site em que os dois se conheceram, o Seeking Arrengement, e também obteve registros das operadoras de telefonia usadas para a comunicação de ambos.

Cliffe deve pagar uma fiança de US$ 150 mil e voltar à corte até o fim deste mês para uma nova audiência.

Depois de ficar sabendo da prisão de Cliffe, a Valve suspendeu o contrato do cocridador de Counter-Strike.

Fonte: Kotaku

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.