Capcom já pensa em Resident Evil 8 e em maneiras de evoluir o survival horror

Por Redação | 13 de Abril de 2017 às 11h05

Não restam dúvidas de que Resident Evil 7 conseguiu trazer a série e volta aos seus eixos depois de anos com uma enorme crise de identidade. Basta ver as vendas do game para perceber como esse retorno às origens do terror deu certo e como os fãs estavam ansiosos por isso. Não por acaso, esse sucesso já empolgou a Capcom, que confirmou estar pensando em maneiras de dar sequência ao que o último game começou. Mas o que pode estar por vir?

A empresa liberou recentemente um novo vídeo sobre os bastidores do jogo, trazendo imagens de produção e entrevistas com quem ajudou a recriar a franquia. E, em determinado momento desse making of, o produtor executivo Jun Takeuchi comenta sobre os futuros da saga e confirma que a intenção da companhia é usar Resident Evil 7 realmente como um recomeço para a saga e para o próprio gênero. Segundo ele, a equipe já está pensando não apenas na sequência, mas em maneiras de continuar evoluindo o survival horror em si.

Takeuchi não explica exatamente quais são os planos para uma continuação, se limitando a dizer que a intenção é se manter fiel ao que o último jogo apresentou, com personagens passando por momentos bem difíceis em ambientes de puro terror. Embora a descrição pareça bastante genérica, ela é bastante reveladora para a série em si. Isso porque, desde Resident Evil 4, a franquia havia enveredado por um caminho mais voltado à ação e foi o mais recente lançamento que resgatou o terror à fórmula. Assim, quando a Capcom deixa claro que a intenção é se manter firme nessa lógica, significa que devemos ter mais dessa experiência opressora vindo por aí.

Capcom quer que clima opressor de Resident Evil 7 seja um novo marco para o survival horror

No entanto, parece que essa simples reformulação não é o suficiente. Como dito, o plano é fazer com que um eventual Resident Evil 8 ajude a evoluir o gênero de terror como um todo. Para Takeuchi, a Capcom trabalhou para fazer com que o último Resident Evil fosse uma “obra de arte do survival horror moderno” e o objetivo de uma sequência seria fortalecer essa imagem. Isso significaria, portanto, trazer elementos realmente novos e experimentar novas possibilidades. Mas quais?

Até o momento, a produtora segue fazendo mistério sobre como isso seria feito. De qualquer forma, o simples fato de ela já sinalizar a produção de um novo game já é uma excelente notícia, principalmente para quem ficou empolgado com o último lançamento e o clima opressor que ele oferece. Porém, é um pouco irônico ver a Capcom falando que Resident Evil 7 estabeleceu um novo patamar dentro do survival horror quando isso já tinha sido feito antes pela Konami com o cancelado Silent Hills e sua demo P.T.

Via: Eurogamer

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.