Capcom admite que Street Fighter V foi lançado sem muito conteúdo

Por Redação | 12 de Maio de 2016 às 19h05

Até mesmo a Capcom admite que as coisas pro lado de Street Fighter V não estão muito boas. No relatório financeiro anual da produtora, o CEO da produtora, Kenzo Tsujimoto admitiu que o quinto game da série não foi tão bem-sucedido quanto o esperado por conta da falta de conteúdos. Na opinião dele, o game também deveria estar mais refinado na época de lançamento.

O CEO disse que a empresa aprendeu a lição: é melhor gastar mais tempo no desenvolvimento de um jogo do que querer garantir uma resposta rápida e positiva no mundo todo. Embora ele tenha se referido a outros jogos nesse "aprendizado", Street Fighter V foi o título que ele tinha em mente ao escrever o relatório.

Na avaliação, a falta de conteúdo e problemas nos servidores eram dois aspectos que precisavam ter sido melhores trabalhados antes do lançamento. "Sentimos que é necessário dar mais tempo ao nosso desenvolvimento, e também reajustar nosso portfólio", disse o CEO.

Com o fim do ano fiscal passado, em março de 2016, Street Fighter V registrou 1.6 milhões de unidades vendidas para Playstation 4 e computador, 600 mil unidades a menos do que o planejado para o período. Contudo, a Capcom pode se redimir agora que uma expansão focada em modo história deve ser lançada gratuitamente no próximo mês de julho.

Via: Eurogamer

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.