Bizarro: bots de Quake III provam que IA pode, sim, se voltar contra humanos

Por Redação | 02.08.2017 às 15:06

Agora que estamos vendo os primeiros exemplos de descontrole de inteligência artificial pipocando mundo afora, fica difícil discordar de Stephen Hawking e Elon Musk quando o assunto é homem versus máquina: se algo der errado, estaremos realmente encrencados. Prova disso são as notícias recentes de bots criando linguagens próprias ou até entrando em depressão. Agora, um novo caso envolvendo games, mas que rolou há alguns anos, veio à tona.

Em 2011, um jogador deixou um servidor do game Quake III: Arena rodando sozinho com 16 bots em constante combate. Só que o usuário esqueceu de desligar a partida e, quando se deu conta, quatro anos depois, percebeu que os bots deixaram de se enfrentar e encontraram uma solução pacífica para nunca por um fim à disputa e permanecer em harmonia. 

Incrédulo, o jogador ainda fez alguns testes: entrou no servidor e começou a andar pelo ambiente do jogo para ver a reação dos robôs. O que eles decidiram fazer foi ainda mais estranho: todos se voltaram para a direção do jogador e passaram a segui-lo no mapa, como vigias. 

O próximo passo do teste do usuário, claro, foi tentar atacar um dos bots, na tentativa de ver se os demais se voltavam contra ele. O mais bizarro foi que, ao perceberem que um dos robôs foi feito de alvo, todos os outros, aliados e adversários, se revoltaram conta o jogador e se vingaram, atirando contra ele simultaneamente até matá-lo em questão de segundos. Infelizmente, antes de ver o que aconteceria em seguida, o servidor trava e desliga. 

O caso bizarro foi publicado no 4chan e no Twitter, e o mais interessante disso foi ver que a inteligência artificial do game aprende com seus próprios erros. Os bots percebem as estratégias que não os levam a lugar algum e simplesmente deixam de repeti-las, aprimorando-se cada vez mais. Como o jogo durou quatro anos, a solução que eles encontraram foi a paz — afinal, o conflito iria demorar tanto para acabar que não lhes restaria melhor alternativa. 

Moral macabra da história: você pode até tentar fazer com que as máquinas se rebelem e se aniquilem, mas o que elas querem mesmo é acabar com você. Assustador, não?

Fonte: 4chan