BGS: concurso para conhecer Kojima vira chuva de ofensas contra cosplayer

Por Redação | 22 de Setembro de 2017 às 10h43

A vinda de Hideo Kojima, criador de Metal Gear Solid, à Brasil Game Show deste ano, continua inflamando os ânimos da internet. Desta vez, a realização de um concurso para escolher o fã que entregaria o prêmio Lifetime Achievement Award a ele, por seu conjunto da obra, se transformou em uma guerra, cujo principal alvo foi a cosplayer Laura Pyon.

Ela prometeu a seus seguidores, em uma postagem posteriormente deletada, fotos sensuais usando um cosplay da personagem Quiet, de Metal Gear Solid V: The Phantom Pain, em troca das curtidas que garantiriam seu encontro com Kojima. Pela mecânica da ação, aberta no último domingo (17), qualquer fã poderia participar, usando uma hashtag, com a mais popular até o final do mês sendo a vencedora. O perfil oficial da BGS retweetaria as postagens válidas.

É claro que, em poucos dias, as redes sociais foram tomadas de fotos e homenagens a Kojima. Mas a promessa de Pyon chamou a atenção, de forma negativa, de uma das maiores comunidades dedicadas a Metal Gear Solid no Facebook, que iniciou, então, uma campanha de difamação e ataques contra a cosplayer, principalmente em relação às suas fotos sensuais, sua base de seguidores e uma tentativa de revelar detalhes sobre sua vida pessoal.

Entre as ofensas estavam os questionamentos de sempre quanto ao tamanho do fanatismo e conhecimento da cosplayer em relação à franquia Metal Gear Solid, além de menções à busca por "ex-namorados vingativos" para revelar nudes de Pyon e também à procura de dados pessoais, como endereço, telefone e outros, para publicação online, de forma a aumentar ainda mais a exposição do alvo.

Dias após o início dos ataques, a Brasil Game Show interviu, inicialmente, suspendendo a participação de todos os envolvidos – incluindo a própria Pyon – no concurso, em outra ação que gerou ira entre os apoiadores da cosplayer. É importante frisar que, em nenhum momento, Pyon quebrou regras do concurso, uma vez que elas nem mesmo existiam. Para participar, bastava utilizar a hashtag e demonstrar o próprio amor pelos games de Hideo Kojima, sem menção alguma a recursos usados para atrair as curtidas.

Por fim, em comunicado oficial publicado na última quarta-feira (20), a Brasil Game Show disse ter avaliado a conduta dos participantes da ação, e após análise, reinstituiu a participação de Pyon no concurso. De acordo com a organização da feira, não houve irregularidade quanto à sua publicação, enquanto os envolvidos na campanha de difamação e ataques terão seus votos cancelados na ação.

Até o momento em que essa reportagem é escrita, a publicação de Pyon é a segunda colocada no concurso, com 2,9 mil curtidas. Em primeiro lugar está GalaxyyK, com o que chama de “cosmilde” do personagem Big Boss, de Metal Gear Solid 3: Snake Eater. O painel com Hideo Kojima, no qual ele receberá o prêmio por seu conjunto da obra, acontecerá no dia 12 de outubro, primeiro dia aberto ao público da BGS.

Fonte: Brasil Game Show (Twitter)

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.