Batman: Arkham Knight continua dando problema nos PCs mesmo após relançamento

Por Redação | 29.10.2015 às 10:16

Se você achava que, com o retorno de Batman: Arkham Knight à loja do Steam, a novela envolvendo todos os problemas do jogo em sua versão para PCs ia acabar, se enganou. Mesmo com a Warner dizendo que todas as complicações já haviam sido resolvidas e que o jogo estava funcionando como deveria ter acontecido há quatro meses, quem baixou a nova versão disse que as coisas não são bem assim e que ele continua tão ruim quanto antes.

Pouco tempo após o relançamento do jogo, vários usuários do fórum Reddit começaram a relatar uma série de dificuldades com o game. Para alguns, o título nem iniciava no PC, enquanto outros falavam de travamentos constantes em cutscenes. Em alguns casos, as pessoas diziam que o desempenho geral estava pior do que da primeira vez que o Homem-Morcego foi retirado da loja.

Tanto que as críticas negativas ainda imperam no Steam, sobretudo de gente que diz não conseguir rodar o jogo, mesmo com a Warner dizendo que tudo foi corrigido. E boa parte dessas reclamações pode estar relacionada ao fato de que, para tentar consertar toda essa bagunça, a empresa alterou a configuração exigida. Assim, ao invés dos 8 GB de RAM necessários inicialmente, Batman: Arkham Knight agora pede 12 GB, múltiplas GPUs e Windows 10.

Como o site Destructoid aponta, essa mudança nas especificações foi feita quase que às escondidas, já que a página do jogo no Steam segue com os requisitos anteriores. Assim, levando em consideração que o público confere aquilo que a loja está indicando, é bem provável que tenhamos mais e mais críticas vindo para um jogo que segue tão problemático quanto antes — com a diferença de que ele já está velho e boa parte do interesse do público já foi embora.

Outro ponto que os fãs estão usando para bater na Warner está relacionado ao "pedido de desculpas" da empresa. Para compensar todo o estresse, ela ofereceu cópias de Batman: Arkham Asylum, Arkham City e Arkham Origins a todos os jogadores que foram lesados. O único problema é que Arkham Knight é o fim de uma trilogia, o que significa que muitos jogadores que compraram o game já tinham os demais, o que faz com que a iniciativa de compensação não fosse tão bem-vinda assim.

Via: Destructoid, MCV UK