Após pedido da Capcom, remake de Resident Evil 2 de fãs é oficialmente cancelado

Por Redação | 18.08.2015 às 12:00
photo_camera Divulgação

Se você é fã de Resident Evil, certamente acompanhou na última semana o anúncio do remake oficial do segundo jogo da série. Agora oficializado pela Capcom, o game ainda não tem uma data de lançamento, mas essa história de uma versão em alta definição de um dos títulos mais aclamados da franquia já dura alguns anos.

Um dos projetos que ganhou destaque, especialmente no momento que antecedeu o anúncio da produtora japonesa, é o trabalho da empresa italiana InvaderGames em Resident Evil 2: Reborn. Todo construído no motor gráfico Unity, o jogo ganhou gráficos melhorados e um gameplay adaptado ao estilo em terceira pessoa dos últimos games de Resident Evil. Ele seria disponibilizado gratuitamente no dia 31 de outubro, Dia das Bruxas, apenas para PC.

Pois é, seria. Isso porque o estúdio responsável pela remasterização revelou em sua página no Facebook que cancelou o desenvolvimento do projeto por causa do remake oficial que será lançado pela Capcom.

"A Capcom nos ligou antes de anunciar o remake e perguntou se nos importaríamos se parássemos com o nosso projeto, uma vez que eles tinham planos a longo prazo para refazer Resident Evil 2", disseram os desenvolvedores na rede social. "Ao contrário do que podem imaginar, essas são ótimas notícias para nós e como fãs estamos muito felizes que a Capcom decidiu tomar a liderança do projeto e fazer o remake que todos estamos esperando há anos (não há ninguém melhor para reviver a obra-prima de 1998 do que seus criadores)", completaram.

Ainda de acordo com a InvaderGames, a Capcom, em vez de tomar providências na justiça contra Resident Evil 2: Reborn, foi bastante compreensiva com o time de desenvolvedores e até os convidou para discutir ideias que poderão entrar no remake oficial. "Embora não possamos completar o projeto RE2: Reborn, estamos felizes que aquilo que mostramos conseguiu agradar fãs no mundo todo, em especial por ter sido notado pela própria companhia", afirmaram.

Não se sabe se os profissionais vão ajudar a Capcom a produzir o jogo ou se eles serão apenas conselheiros no que deve ou não ser incluso no remake. Eles também disseram que todo o trabalho feito até agora não será simplesmente jogado fora, já que poderá ser usado como base para futuros projetos dentro da InvaderGames.

Apostando em remasterizações dos títulos de maior sucesso da franquia Resident Evil, a Capcom já lançou neste ano Resident Evil HD Remaster, a versão em alta definição do primeiro jogo da série que antes só estava disponível para GameCube e Wii, da Nintendo. O próximo a ganhar tratamento para os PCs e consoles da última e atual geração será Resident Evil 0, que também só podia ser jogado em plataformas da Big N.

RE Zero HD chega no início de 2016, o que significa que, mesmo com o anúncio recente do remake de Resident Evil 2, ainda deve levar pelo menos um ano até que a aventura de Claire Redfield e Leon S. Kennedy seja lançada para as plataformas atuais.

Fonte: InvaderGames (Facebook)